Quinta-feira, 10 de Julho de 2008
o meu casamento...

 

 

 

 

 

 

 

faz-se do casamento um habito, um poder sobre outro ser humano, julga-se que é impossivel viver de outra maneira, que os bens materiais acumulados são mais importantes que uma separação e deixa-se passar os dias que se transformam em anos e o sentido da vida, deixou de fazer sentido

 

existem as/os amantes, os hobies escondidos, as drogas, as fugas, as doenças, o dormir de costas voltadas, os silêncios, a solidão, a cobardia de viver em troco de uma juras sem sentido

o sentido da vida é viver, e viver a dois é, entrar em casa e sentir que aqueles olhos nos reconhecem e nos amam, sentem carinho suficiente para merecer a nossa companhia e o nosso abraço

 

 

casar significa:

entrar em casa e ter o Lobo Mau à minha espera em vez de

ter um lobo vestido de cordeiro

 

 

 

 

POST PARCIALMENTE APAGADO

 

OBRIGADO

 

 

 

 


sinto-me: viva

escrito por Infiel às 02:17
link do post | desabafa | adiciona se gostaste
|

53 comentários:
De Bichana a 10 de Julho de 2008 às 10:41
Nunca conheci uma única mulher casada que não me tenha dito a célebre frase "se eu soubesse o que sei hoje"... ou então as casadas presunçosas (como eu as denomino), que me perguntam por vezes com um ar reprovador"então, mas não te casas porquê?" e eu respondo "para andar deprmida e frustrada como a maioria das casadas? não obrigada". E elas de olhos postos no chão admitem que faço bem em continuar solteira...
O teu PS para mim é o mais importante de todo o post "...que se sente a mais feliz das mulheres, muito mais vezes do que quando era casada". Sê feliz querida.
Bjnhos grandes


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:08

sinto pena de quem mantem um casamento pela aparencia mas, eu tambem passei por situações por causa de ser casada, tudo tem a sua razão, felizes de quem pára e tem coragem de pensar e agir, a vida é isso mesmo e enquanto não se aprende, vai-se sofrendo

Jinhos


De MissMe a 10 de Julho de 2008 às 12:15
Concordo com cada palavra.
São palavras de quem tem as duas situações bem resolvidas na sua cabeça.
:)


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:10

tudo tem uma razão para acontecer e as situações surgem para evoluirmos e aprendermos
espero estar no caminho correcto, pelo menos sinto-me mesmo bem!!!! hehe





De MissMe a 27 de Julho de 2008 às 21:39
Todas as decisões que se tomam em consciência são parte do caminho certo, ainda que, mais tarde, nos levem a locais onde não queriamos ter ido.
Servem para aprendermos a melhor tomarmos as decisões seguintes.

Beijos :)


De Infiel a 9 de Agosto de 2008 às 21:21

todas as decisões que nos fazem sentir bem, está correcto e sempre acontece o que desejamos e vamos onde queriamos ir (com mais ou com menos consciência)

no momento em que aceites as consequências passas a percorrer o caminho que sempre quiseste percorrer
tou inspirada hoje
Jinhos


De 1/3 segundos a 10 de Julho de 2008 às 12:59
Ás duas da manhã só podia sair coisa do género. Fico feliz por ti! Partilho de muitas coisas que mencionaste...
Acho que daria um post porreiraço tentar perceber porque á que as mulheres ultrapassam de formamais positiva a situação do divórcio. Não conheço nenhuma que queira voltar a casar, já os homens...


De batwoman a 10 de Julho de 2008 às 15:45
olá, nunca me casai mas revejo-me na tua descrição, hoje mesmo pensei em começar a dizer q sou lesbica para o ppl deixar de me perguntar qd é q me caso, pk cansa! mas q raio de sociedade hipocrita q temos que tem todos de seguir uns padrões. os homens não csg estar sozinhos, pois não sabem tomar conta deles e precissam sempre de uma substituta da mãe!!


De 1/3 segundos a 10 de Julho de 2008 às 18:05
Este aqui sabe!
Mas se estou a pensar em divórcio é precisamente porque a mulher parece a mãe!!!
Paradoxal, não?


De batwoman a 11 de Julho de 2008 às 10:02
bom dia!
por isso mesmo estão sempre à procura!!


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:23

"os homens não csg estar sozinhos, pois não sabem tomar conta deles e precissam sempre de uma substituta da mãe"
e a culpada é a mãe hehe

- sabes que eu ja disse que era lesbica mas, para que os gajos se afastassem hehe porque o povinho agora, também já pode perguntar "porque não te casas com ela??" hahaha

mas tens razão ha muita hipocresia e muita gente que não pensa por ela, seguem regras e padrões, como se a vida fosse igual para todos

enfim... cada uim tem a sua aprendizagem e o seu tempo para o fazer


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:11

"daria um post porreiraço tentar perceber porque á que as mulheres ultrapassam de formamais positiva a situação do divórcio"

- podemos pensar sobre isso e partilhar
que achas??



De 1/3 segundos a 23 de Julho de 2008 às 14:38
De uma forma geral, penso que tal sucede pelo facto de o homem ser muito ausente da vida familiar. Quando ele desaparece, pode surgir alguma sensação de abandono por parte da mulher, mas o resto da sua vida mantém-se igual...


De Infiel a 9 de Agosto de 2008 às 20:56

ola
estive a pensar sobre as tuas palavras e, tinha ideia que eram as mulheres que sempre querem voltar a casar e o homem, aquele que foge do casamento

as razões que apresentaste parecem reais, afinal que faz um homem na casa? tradicionalmente, come, dorme, trabalha e o sexo é raro, sem o homem a mulher tambem tem menos despesas, menos uma pessoa para pensar e sexo..... um vibrador alivia muita carencia e não exige nada (alem de baterias mas, mesmo sem elas, ele trabalha)

o que me leva a chegar á mesma conclusão que tu: a vida da mulher continua igual sem o marido

e agora que estás temporariamente só, vais chegar a conclusões muito sui generis que, espero que partilhes



De 1/3 segundos a 15 de Agosto de 2008 às 18:39
Olá minha cara.
Antes de avançar, gostava so de esclarecer que o facto de me auto intitular de Homem temporariamente Só nada tem a ver com a minha actual situação civil. Continuo casado, não sei se por muito tempo ou se calhar até para sempre. TEm mais a ver com o meu estado de espirito. Há pouco tempo estava a ouvir uma música antiga dos GNR e soou-me tão bem que me lembrei de actualizar o meu apelido.
Quanto ao facto de me sentir só, apesar de rodeado de muita gente, nenhuma me enche. Mulher, amigos, filhos, precisava de um desafio novo. Talvez uma amante... hehehe... enfim, vou deixar passar um pouco de tempo e procurar descobrir o que me falta.
Entretanto em resposta ao post, cada caso é um caso. (Vou pegar na deixa do vibrador para um post a colocar brevemente)
A maior parte dos casos que conheço, após a separação a vida das mulheres melhorou sensivelmente. Arranjaram-se, vestiram-se embonecaram-se e arrajnaram novos "amigos" mas nem pensam em "lavar mais meias e cuecas de outra pessoa" -sic.
Passaram a ter vidas sociais mais intensas e deixaram de ter quem as puxasse para baixo. Tal como a muitos homens. Isto para mim ainda é muito complicado...


De Infiel a 19 de Agosto de 2008 às 12:09
meu querido
de nada te vale procurares lá fora o que está mesmo dentro de ti e, enquanto não o sentires, sempre te sentiras só

tal como dizes, cada caso é um caso e cada um tem as suas razões para "florescer" apos uma separação

votos de que te encontres rapidamente sem necessidade de amantes hehe



De belly_button a 10 de Julho de 2008 às 13:50
Há uma coisa que dizes que faz toda a diferença...
Foste feliz e infeliz, e quando já so eras infeliz acabas-te com tudo..

Era isso que todos deviamos fazer..
è a atitude correcta perante a vida...
Aproveitar enquanto nos faz feliz,e,quando já não fizer, segumos a nossa vida...

È um optimo ensinamento..
Beijinho


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:13

Ola Belly

não vale a pena entrar em cinismos, ao final de cada situação ha que aceitar que, sempre, existem bons e maus momentos e é com eles que aprendemos e somos quem devemos ser

a vida é felicidade

Jinhos


De nofimdoarcoiris a 10 de Julho de 2008 às 15:24
Será que sou eu que sou diferente? Porque será que ao fim de quase 17 anos de casamento ainda me sabe tão bem chegar a casa e aninhar-me naqueles braços? Talvez tenha tido sorte! Também temos tido momentos maus, mas até agora os bons estão em vantagem.
Beijinhos


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:28

fico feliz por saber que os tens e que te aninhas neles!!!

nem todos os casametos são ciclos de termino de felicidade, por isso as pessoas continuam a casar mas, ainda bem que existe quem se descase por sentir que chegou ao fim

Beijinhos


De NewMe a 10 de Julho de 2008 às 17:09
Esta resposta é muito mais a tua cara!!!


De Infiel a 22 de Julho de 2008 às 00:30

hehehe e garanto-te que estava mesmo engasgado, não tive foi tempo para o escrever antes



De Bruxinha a 10 de Julho de 2008 às 17:26
Adorei este teu post ....
Eu também tive um contrato durante 13 anos, claro que agora me sinto muito muito mais feliz, porque infelizmente o casamento a maior parte das vezes não passa disso ..
O meu , era um desses


De Infiel a 24 de Julho de 2008 às 00:55

o casamento, mesmo que seja pela razão primaria, de união entre 2 pessoas que se querem e desejam, é sempre um contrato, porque todos sabemos sobre a dificuldade em partilhar a vida com outra pessoa e, no final (quando o desejo arrefece) o unico que resta é, o desejar manter as clasulas do contrato
por isso (tambem) a grande sensação de felicidade em não ter de incluir outro na vida quotidiana (acho eu né)

- hoje estou racional e cansada hehe



De Miriam a 10 de Julho de 2008 às 19:30
Ainda bem que postaste a tua experiência!
A voz da experiência é sábia!
Gostei imenso da maneira como expuseste o tema ! Tu tens o dom de pores as pessoas a pensarem!
Eu não posso falar por experiência própria ,porque sempre tive pavor ao casamento!
Talvez por ter vivido os traumas de um mau casamento e de um divórcio litigioso por parte dos meus pais!
Bjs
P.S.Um amigo meu ,o Tipp ,aceitou o desafio ! Se quiseres ver em sexosentido.blogspot.com


De Infiel a 24 de Julho de 2008 às 01:00

Finalmente consegui chegar aqui hehe
como te havia dito, o link do teu amigo não está correcto e levou-me a outro blog (muito sugestivo lol)
falta o pt

-acho que devias dar uma olhadela ao post "o meu bebe" aí deves encontrar o que penso sobre as situações de trauma
não tenho medo do casamento mas, viver com outra pessoa, será muito dificil

Jinhos Miriam


De Il Conte a 11 de Julho de 2008 às 00:28
Desde um artigo publicado no diario italiano "La Republica" de ontem 10 de Julho:
" I sex-antenni " (Os sex-antões)
O sexo na casa dos 70 anos.
"Sim...não disse para minha filha, mas estou apaixonada (ela, 68 anos) - É lindissimo, este verão vamos fazer uma viagem juntos (ele, 69 anos), amantes clandestinos...
:
Homens com mais de 70 anos activos a nível sexual 31%
mulheres com mais de 70 anos que fazem sexo mais duma vez por semana : 26%
MAS O QUE MAIS ME INTRIGA É ISTO:
MULHERES COM MAIS DE 70 ANOS QUE NÃO SÃO CASADAS E QUE FAZEM SEXO REGULARMENTE :12%
Quem diria!!!
Acho o maximo!
Ainda bem que assim seja! A vida é bela, e o sexo também.


De Infiel a 24 de Julho de 2008 às 01:06

Adorei a tua intervenção

a minha amiga Maaf conheceu uma senhora que, desencarnou a semana passada com 80 anos e que teve sexo até ao fim dos seus dias, fazendo parte da estatistica dos 12% (espero que suba)

quanto mais auto estima e autonomia economica a mulher tiver mais sexo vai querer (e ter)

Um abraço


De samsara a 11 de Julho de 2008 às 00:42
Este bateu-me forte. Ainda bem que tiveste essa coragem amiga e que te sentes bem.
Bjs


De Infiel a 24 de Julho de 2008 às 01:10

levou mais tempo do que seria desejado, a separar-me mas, quando a oportunidade surgiu, agarrei-a com toda a força

e nestes 6 anos, nem um unico dia me arrependi, sempre que me recordo até agradeço ter terminado!

ouvi dizer que lançaste um convite ao amor???
tenho de te visitar rapidamente...



De samsara a 24 de Julho de 2008 às 02:32
Fico à tua espera minha linda.
Bjs.


De samsara a 24 de Julho de 2008 às 02:33
À tua não, senão não dá para fazer sinastrias, à vossa espera, claro!


De Infiel a 24 de Julho de 2008 às 21:41

ah ja entendi o convite hehe

como disse ao Neo, de verdade que não me apetece saber o que os astros têm para dizer deste encontro mas, talvez mude de ideias, deixo tambem que estejas um pouco mais liberta de outras sinastrias e eu menos agressiva

Um abraço


Comentar post

mimos (74) & memoires
moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

quantos infieis
CURRENT MOON


My blog is worth $30,485.16.
How much is your blog worth?

sonhos e dissertações

Discos vinil saudoso som

Atraiçoada

Feliz e quente Natal

ja nasceu hehehehe

A Tabacaria de Alvaro de ...

velocidade

O Bob

a parvoice foi embora

cigarro procura-se

Luta de Titans 1ª semana

Ano do Tigre Dourado

Luta de Titans

cucu

se natal é qd se ker.... :)

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Desistir/Recomeçar

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
102 comentários
80 comentários
78 comentários
75 comentários
75 comentários
69 comentários
59 comentários
Atraiçoada - o livro
Support independent publishing: Buy this book on Lulu.></a>
<div class=
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post