Sábado, 13 de Março de 2010
A Tabacaria de Alvaro de Campos

 

    TABACARIA

"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.
 

Janelas do meu quarto,
Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é
(E se soubessem quem é, o que saberiam?),
Dais para o mistério de uma rua cruzada constantemente por gente,
Para uma rua inacessível a todos os pensamentos,
Real, impossivelmente real, certa, desconhecidamente certa,
Com o mistério das coisas por baixo das pedras e dos seres,
Com a morte a por umidade nas paredes e cabelos brancos nos homens,
Com o Destino a conduzir a carroça de tudo pela estrada de nada.
 

Estou hoje vencido, como se soubesse a verdade.
Estou hoje lúcido, como se estivesse para morrer,
E não tivesse mais irmandade com as coisas
Senão uma despedida, tornando-se esta casa e este lado da rua
A fileira de carruagens de um comboio, e uma partida apitada
De dentro da minha cabeça,
E uma sacudidela dos meus nervos e um ranger de ossos na ida.
 

Estou hoje perplexo, como quem pensou e achou e esqueceu.
Estou hoje dividido entre a lealdade que devo
À Tabacaria do outro lado da rua, como coisa real por fora,
E à sensação de que tudo é sonho, como coisa real por dentro.
 

Falhei em tudo.
Como não fiz propósito nenhum, talvez tudo fosse nada.
A aprendizagem que me deram,
Desci dela pela janela das traseiras da casa.
Fui até ao campo com grandes propósitos.
Mas lá encontrei só ervas e árvores,
E quando havia gente era igual à outra.
Saio da janela, sento-me numa cadeira. Em que hei de pensar?
 

Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!
Gênio? Neste momento
Cem mil cérebros se concebem em sonho gênios como eu,
E a história não marcará, quem sabe?, nem um,
Nem haverá senão estrume de tantas conquistas futuras.
Não, não creio em mim.
Em todos os manicômios há doidos malucos com tantas certezas!
Eu, que não tenho nenhuma certeza, sou mais certo ou menos certo?
Não, nem em mim...
Em quantas mansardas e não-mansardas do mundo
Não estão nesta hora gênios-para-si-mesmos sonhando?
Quantas aspirações altas e nobres e lúcidas -
Sim, verdadeiramente altas e nobres e lúcidas -,
E quem sabe se realizáveis,
Nunca verão a luz do sol real nem acharão ouvidos de gente?
O mundo é para quem nasce para o conquistar
E não para quem sonha que pode conquistá-lo, ainda que tenha razão.
Tenho sonhado mais que o que Napoleão fez.
Tenho apertado ao peito hipotético mais humanidades do que Cristo,
Tenho feito filosofias em segredo que nenhum Kant escreveu.
Mas sou, e talvez serei sempre, o da mansarda,
Ainda que não more nela;
Serei sempre o que não nasceu para isso;
Serei sempre só o que tinha qualidades;
Serei sempre o que esperou que lhe abrissem a porta ao pé de uma parede sem porta,
E cantou a cantiga do Infinito numa capoeira,
E ouviu a voz de Deus num poço tapado.
Crer em mim? Não, nem em nada.
Derrame-me a Natureza sobre a cabeça ardente
O seu sol, a sua chava, o vento que me acha o cabelo,
E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha.
Escravos cardíacos das estrelas,
Conquistamos todo o mundo antes de nos levantar da cama;
Mas acordamos e ele é opaco,
Levantamo-nos e ele é alheio,
Saímos de casa e ele é a terra inteira,
Mais o sistema solar e a Via Láctea e o Indefinido.
 

(Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folha de estanho,
Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.)
 

Mas ao menos fica da amargura do que nunca serei
A caligrafia rápida destes versos,
Pórtico partido para o Impossível.
Mas ao menos consagro a mim mesmo um desprezo sem lágrimas,
Nobre ao menos no gesto largo com que atiro
A roupa suja que sou, em rol, pra o decurso das coisas,
E fico em casa sem camisa.
 

(Tu que consolas, que não existes e por isso consolas,
Ou deusa grega, concebida como estátua que fosse viva,
Ou patrícia romana, impossivelmente nobre e nefasta,
Ou princesa de trovadores, gentilíssima e colorida,
Ou marquesa do século dezoito, decotada e longínqua,
Ou cocote célebre do tempo dos nossos pais,
Ou não sei quê moderno - não concebo bem o quê -
Tudo isso, seja o que for, que sejas, se pode inspirar que inspire!
Meu coração é um balde despejado.
Como os que invocam espíritos invocam espíritos invoco
A mim mesmo e não encontro nada.
Chego à janela e vejo a rua com uma nitidez absoluta.
Vejo as lojas, vejo os passeios, vejo os carros que passam,
Vejo os entes vivos vestidos que se cruzam,
Vejo os cães que também existem,
E tudo isto me pesa como uma condenação ao degredo,
E tudo isto é estrangeiro, como tudo.)
 

Vivi, estudei, amei e até cri,
E hoje não há mendigo que eu não inveje só por não ser eu.
Olho a cada um os andrajos e as chagas e a mentira,
E penso: talvez nunca vivesses nem estudasses nem amasses nem cresses
(Porque é possível fazer a realidade de tudo isso sem fazer nada disso);
Talvez tenhas existido apenas, como um lagarto a quem cortam o rabo
E que é rabo para aquém do lagarto remexidamente
 

Fiz de mim o que não soube
E o que podia fazer de mim não o fiz.
O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti, e perdi-me.
Quando quis tirar a máscara,
Estava pegada à cara.
Quando a tirei e me vi ao espelho,
Já tinha envelhecido.
Estava bêbado, já não sabia vestir o dominó que não tinha tirado.
Deitei fora a máscara e dormi no vestiário
Como um cão tolerado pela gerência
Por ser inofensivo
E vou escrever esta história para provar que sou sublime.
 

Essência musical dos meus versos inúteis,
Quem me dera encontrar-me como coisa que eu fizesse,
E não ficasse sempre defronte da Tabacaria de defronte,
Calcando aos pés a consciência de estar existindo,
Como um tapete em que um bêbado tropeça
Ou um capacho que os ciganos roubaram e não valia nada.
 

Mas o Dono da Tabacaria chegou à porta e ficou à porta.
Olho-o com o deconforto da cabeça mal voltada
E com o desconforto da alma mal-entendendo.
Ele morrerá e eu morrerei.
Ele deixará a tabuleta, eu deixarei os versos.
A certa altura morrerá a tabuleta também, os versos também.
Depois de certa altura morrerá a rua onde esteve a tabuleta,
E a língua em que foram escritos os versos.
Morrerá depois o planeta girante em que tudo isto se deu.
Em outros satélites de outros sistemas qualquer coisa como gente
Continuará fazendo coisas como versos e vivendo por baixo de coisas como tabuletas,
 

Sempre uma coisa defronte da outra,
Sempre uma coisa tão inútil como a outra,
Sempre o impossível tão estúpido como o real,
Sempre o mistério do fundo tão certo como o sono de mistério da superfície,
Sempre isto ou sempre outra coisa ou nem uma coisa nem outra.
 

Mas um homem entrou na Tabacaria (para comprar tabaco?)
E a realidade plausível cai de repente em cima de mim.
Semiergo-me enérgico, convencido, humano,
E vou tencionar escrever estes versos em que digo o contrário.
 

Acendo um cigarro ao pensar em escrevê-los
E saboreio no cigarro a libertação de todos os pensamentos.
Sigo o fumo como uma rota própria,
E gozo, num momento sensitivo e competente,
A libertação de todas as especulações
E a consciência de que a metafísica é uma consequência de estar mal disposto.
 

Depois deito-me para trás na cadeira
E continuo fumando.
Enquanto o Destino mo conceder, continuarei fumando.
 

(Se eu casasse com a filha da minha lavadeira
Talvez fosse feliz.)
Visto isto, levanto-me da cadeira. Vou à janela.
O homem saiu da Tabacaria (metendo troco na algibeira das calças?).
Ah, conheço-o; é o Esteves sem metafísica.
(O Dono da Tabacaria chegou à porta.)
Como por um instinto divino o Esteves voltou-se e viu-me.
Acenou-me adeus, gritei-lhe Adeus ó Esteves!, e o universo
Reconstruiu-se-me sem ideal nem esperança, e o Dono da Tabacaria sorriu."
 

 

 

 

 

 

 

 

Álvaro de Campos, 15-1-1928

 

 

 

 

retirado daqui

 

 

 

 

P.S. e hoje sinto-me como ele se sentiu ha 82 anos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009
exterminadores do amor

 

 

1 - necessidade

2 - expectativa

3 - ciume *

 

Dificil devera ser, encontrar uma relação onde nenhum dos enunciados tenha lugar mas, se soubermos que eles existem para terminar com o amor, talvez tenhamos oportunidade de ter relações verdadeiramente amorosas e sexualmente plenas

 

 

"quando os outros te conhecem estão a conhecer-se a eles mesmos"*

 

 

esta é a razão que encontro para a partilha de como somos, vivemos e sentimos

e está tudo sempre certo! somos todos um

 

estou a ler "Amizade com Deus", * e partilho um excerto que hoje me deu que pensar, além de recordar a responsabilidade que cada um tem com a sua propria vida fazendo-me entender o encontro que tive na estrada

 

 

Lindo Verão e hoje nadei no Atlantico   

 

 

 

*Neal Walsch

 

 

 

 

 

 


sinto-me: zen


conhecimento

 

 

 

sei o que muita gente desconhece

desconheço muita coisa que toda a gente sabe

 

mas ha sempre alguem que ignora

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009
tolo

 

 

 

"Acreditar não faz de ninguem tolo

Tolo é quem mente"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bom dia mundo! moi vai de fim de semana

 

 

 

 

 

 

 


sons: "smile" Nat King Cole


Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009
verdadeira, louca e intensamente....

 

I'll be your dream
I'll be your wish
I'll be your fantasy.
I'll be your hope
I'll be your love
Be everything that you need.
I love you more with every breath
Truly madly deeply do..
I will be strong I will be faithful
'Cos I'm counting on a new beginning.
A reason for living.
A deeper meaning.

I want to stand with you on a mountain.
I want to bathe with you in the sea.
I want to lay like this forever.
Until the sky falls down on me...


And when the stars are shining brightly
In the velvet sky,
I'll make a wish
Send it to heaven
Then make you want to cry..
The tears of joy
For all the pleasure and the certainty.
That we're surrounded
By the comfort and protection of..
The highest power.
In lonely hours.
The tears devour you..
I want to stand with you on a mountain,
I want to bathe with you in the sea.
I want to lay like this forever,
Until the sky falls down on me...
Bridge

Oh can't you see it baby?
You don't have to close your eyes
'Cos it's standing right before you.
All that you need will surely come...

I'll be your dream
I'll be your wish
I'll be your fantasy.
I'll be your hope
I'll be your love
Be everything that you need.
I'll love you more with every breath
Truly madly deeply do... 
Serei seu sonho,
Serei seu desejo,
Serei sua fantasia,
Serei sua esperança,
Serei seu amor, serei tudo o que você precisa;

Eu te amarei mais a cada respiração, Verdadeira, louca e intensamente,
Serei forte, serei fiel, Pois estou contando com um novo recomeço,
Uma razão para viver,
Um sentido mais profundo;
 
 

Quero ficar com você no alto de uma montanha,
Quero me banhar contigo no mar,
Quero deitar juntinho assim para sempre,
Até o fim dos meus dias;
 
 
 

E quando as estrelas estiverem a luzir seu brilho no céu aveludado,
Farei um pedido, enviarei para o céu, farei que lágrimas brotem do seu rosto,
Lágrimas de alegria por todo o prazer e certeza,
De que somos rodeados pelo conforto e protecção,
Da força mais poderosa que existe,
nos momentos solitários,
as lágrimas consomem você,

Quero ficar com você no alto de uma montanha,
Quero me banhar contigo no mar,
Quero deitar juntinho assim para sempre,
Até o fim dos meus dias...
 
 
 
 
 

Oh, será que você não consegue enxergar, amor?
Não precisa fechar os olhos, Porque está bem diante de você,
Tudo o que você deseja há de se concretizar...


Serei seu sonho,
Serei o desejo,
Sua fantasia
Serei sua esperança,
Serei seu Amor, serei tudo o que você precisa,
Haverei de te amar com toda a força do meu ser, Verdadeira, louca e intensamente...


 
 

 

para ouvir aqui:
 

 

 

 

 

 

 

 

para escutar aqui:

 

 

 

 

 P.S. tradução retirada daqui

 

 

 

 P.S.2 - quem não quer um amor assim???????????????

 

 

 


sons: "truly, madly, deeply" Savage Garden


Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009
idade noutros planetas

 

sabes que gosto de partilhar o que me diverte, assusta, descubro ......................

 

hoje deixo-te um link que me divertiu

se eu tivesse nascido em Marte teria uma idade linda (20 e poucos) se tivesse sido em Mercurio, teria quase, 200 anos, o que não deixa de ser bonito tambem!!!

Em Jupiter peso 130 kg e em Plutão 3kg uhmmm não sei se devo fazer dieta ou mudar de planeta

 

A nossa galaxia é composta por planetas com movimentos tão diferentes, porque duvidamos do devir da vida????????????

 

é um link onde escrevemos a data de nascimento na Terra e, calcula a idade noutros planetas além de outras peripecias galacticas .........

 

 

http://www.minerva.uevora.pt/ticiencia/estrelas/idade_noutros_planetas.htm

 

 

enjoy it !!!

 

 

P.S. amanhã terei novidades do meu livro   

 

 

 

 


sons: GMS "I'll be back"


Quinta-feira, 30 de Julho de 2009
como vingar-se do ex

 

 

 

 

 

 

 

nada pior do que ser ignorado ou rejeitado

faz mossa na nossa auto-estima

mas, se vens aqui à procura de esquemas de vingança.... estás no sitio certo

 

já que a melhor vingança para quem nos deixou é, exactamente ultrapassar e abrir as portas à possibilidade de encontrar alguem diferente

 

existe quem, por pura vingança, decide recuperar um relacionamento com intenções de o romper só porque essa pessoa fez o mesmo

que ridiculo, que atraso de vida e de possibilidades a novos encontros

 

existe quem, por pura vingança, conquiste o melhor amigo do ex

que infantilidade e maldade

 

- tenho direito ás minhas opiniões mesmo não gostando de julgar alguem mas, existem atitudes que eu tenho de exprimir e julgar como disneveladas à ascenção da raça humana

somos melhores que essas atitudes primarias

 

 nascemos com direito à liberdade

e a vida sabe melhor se não tentarmos ser pior que o outro

 

 

 

 

 


sinto-me: "Broken Heart" Rasmus


Segunda-feira, 27 de Julho de 2009
união

 

 

os cães quanto mais tempo passam juntos

mais unidos são

 

os humanos quanto mais tempo passam juntos

mais se detestam

 

 

 

 

 

 

tou cansada de ser Humana

 

 

 




Sexta-feira, 17 de Julho de 2009
sorrir

 

 

"Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar

ao sorrir afirma que está 'pronto' para aceitar ser feliz

 

Critique menos

trabalhe mais e

 

recorde-se de sempre agradecer

 

inclusive a dor

porque somos demasiado pequenos para saber o que o Universo nos oferece"

 

palavras de Aristoteles (sec IV a.C.)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bom fim de semana para os mortais 

 

 

 

 

 


sons: Evanescence - "My immortal"


Segunda-feira, 13 de Julho de 2009
Atraiçoada - o convite

 

 

Estão convidados a ler, na íntegra, o meu livro "Atraiçoada"

 

Está publicado no site da Bubok com este link

 

http://www.bubok.com/libros/12751/Atraicoada

 

ou

 

http://www.bubok.pt/libro/detalles/47/Atraicoada

 

 

Depois de muitas semanas em formatação de texto e escolhas, acho que o resultado foi satisfatorio

Escolhi, para a capa, uma das fotos que tirei junto ao portão da minha casa, entre os bezerros e a primeira ninhada de cachorros Recordo que estava feliz no meio da bicharada

 

Quem aqui veio e não tem ideia do que estou a falar, pode dar um salto ao meu outro blog betrayed ou dar uma espreitadela na sinopse do livro, no site da editora espanhola Bubok, procurando: portugues/narrativa / novela 

 

https://www.bubok.es/tienda

http://www.bubok.pt

 

 

 

 

 

 

"Atraiçoada" - o livro

 

 

 

Agora já não podem queixar-se que vos desespero para saberem que se passou a seguir e, podem entender porque a Infiel dá tanta importância ao momento

 

Mil sorrisos para todos que me acompanham

 

 

 

 

 

 


sinto-me: Feliz


Terça-feira, 7 de Julho de 2009
Marketing e exibicionismo

 

 

 

se bem que nunca me tenham acusado (que eu saiba) de exibicionista, sei que devo sê-lo, não no sentido sexual do termo mas, como uma pessoa desinibida já que, não tenho preconceitos em mostrar o que tenho, como sou e, de fazer o que gosto

 

e, se faço algo que me orgulho, partilho a informação, este blog é a prova do meu exibicionismo na blogoesfera

 

e, chegou a hora de ligar este ao outro lado da minha vida

 

Betrayed tem um anuncio que eu quero partilhar aqui, o post:

 

"Boas e frescas"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

não me importo absolutamente nada que me vejam quando tomo banhos de sol no jardim e, nem tenho cortinas nas janelas (se bem que tambem não tenha vizinhos), então tambem não poderei importar-me de contar o que fiz, se eu até acho que foi bem feito

 

 e cada um acaba por fazer o que quer ou acha que necessita ..........

 

 

Divirtam-se e boas leituras

 

 

 

 

 

 

 


sinto-me: na expectativa


terapia sexual

 

 

 

"Uma mulher chegou em casa e disse ao marido:

       - Lembra as enxaquecas que eu costumava ter toda vez que íamos fazer amor? Estou curada! Não tenho  mais dor de cabeça! Minha amiga Margaret me indicou um terapeuta que me  hipnotizou! O médico me disse para ir para frente do espelho, me olhar  bem e repetir para mim mesma:

       Não tenho dor de cabeça!
       Não tenho dor de cabeça!
       Não tenho dor de cabeça!

Fiz isso e a dor de cabeça parece que sumiu!

 O marido respondeu.
       - Que maravilha!

       Então a esposa disse:

       - Nos últimos anos você  não anda muito interessado em sexo! Por que você não vai a esse terapeuta e tenta ver se ele te ajuda a ter interesse por sexo  novamente?

       0 marido concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava  todo fogoso para uma noite de amor com a esposa.

       Então foi correndo para a casa e entrou arrancando as roupas e arrastando a esposa para o quarto.

Colocou a mulher na cama e disse a ela:
       - Não se mova que já volto!

       Foi ao banheiro e voltou logo depois pulou na cama e fez amor de maneira muito apaixonado como nunca tinha feito com a esposa antes.

A  esposa falou:

      - Juca, foi maravilhoso!
       Você nunca me deu tal prazer!

O marido disse novamente à esposa:
       - Não saia daí que eu volto logo!
 

-Foi ao banheiro e a segunda vez foi muito melhor que a primeira.
A  mulher sentou-se na cama a cabeça girando em êxtase com a experiência.

O marido disse outra vez:
        - Não saia que eu volto logo!
Foi ao banheiro.

       Desta vez a esposa foi silenciosamente atrás dele e quando chegou lá o marido olhava para o espelho e dizia:

      - Não é minha esposa!
      - Não é minha esposa!
      - Não é minha esposa!

 

 


      
 O velório de Juca será amanhã na capela do  cemitério do Santo Amaro, ás 16 horas."


 

P.S. humor brasileiro

 

 

 

 

 

 


sinto-me:

escrito por Infiel às 01:10
link do post | desabafa | adiciona se gostaste
|

Quinta-feira, 2 de Julho de 2009
aviso às Católicas

 

 

 

Comunicado do Vaticano:*

 

 

"Informam-se as crentes de que estar na cama nuas, enroladas com alguem e gritar:

 

'Oh meu Deus Oh meu Deus'

 

não será

considerado como oração"

 

( mesmo estando de joelhos)

 

 

 

 

*só pode ser do Papa

 

 

 


sons: "O Barbeiro de Sevilha" Rossini


vicios, tentações e amores

 

 

já houve alguem, pelo menos 1, que nos partiu o coração em mil pedacinhos

já choramos como se o mundo deixasse de existir e a vida de fazer sentido

deixamos de dormir e de comer

sem ele, a vida não tinha significado e queremos morrer

 

mas e quando tudo passa e, respiramos, aliviadas, por ter passado e nem coberto de ouro o queremos de volta???

 

porque tudo passa, nem a magia é eterna nem a noite sem fim

tudo tem o seu tempo e com as lagrimas tambem formamos sorrisos

e hoje é um momento tão importante como ontem e como amanhã

porque a vida e seu significado depende da importância que damos ao que acontece

 

a minha Second Life está a revelar-se tão bonita como a real

sou igualmente diferente e solitaria

se bem que continue a preferir esta, quando o vento me traz o cheiro da Dama da noite, enraizada junto ao meu portão e as estrelas piscam, em cumplicidade com a lua para me fazerem surpresas que me proporcionarem sensações de verdadeiro êxtase e felicidade por existir e estar viva

 

 

 

 

 

 

 "as coisas, as pessoas têm a importância que cada um lhes dá"

 

e, como disse André Gide:

 

"a importância está no teu olhar e não no que olhas"

 

 

 

 


sinto-me: filósofa


Quarta-feira, 24 de Junho de 2009
KA KAN

 

 

 

 

Conhecido como Semente, Milho, Trigo, Cereal, Lagartixa, Lagarto, Leopardo
 

 

 

 

"Estaremos, hoje, sob a influência poderosa da energia criadora, do poder do ordenamento e do crescimento espiritual, através do florescimento da idéia do ser. Kan representa o poder que dirige os processos vitais de um organismo até a sua plenitude. O estímulo é a expansão.
 
 
Kan traz a energia da dança, da música, do entusiasmo, da travessura, da sensualidade. Corporifica compromisso e dedicação, rotina diária e esforço paciente. É representada por boa fortuna que vem sem esforço.
 
 
A sensualidade faz com que sejamos verdadeiramente conscientes do sentir e nos convida a estar presentes em todo o nosso Ser quando tocamos, ouvimos, olhamos intencionalmente para alguém ou para alguma coisa, quando saboreamos alimentos e percebemos fragrâncias e odores no mundo que nos cerca. A atitude sensual nos leva a experimentar o princípio de unidade que está por trás de tudo o que é vivido consciente e amorosamente com os nossos sentidos. Quando estamos sensualmente atentos, nossa Essência Divina se gratifica intensamente e nos libertamos da ilusão da separatividade.
 
 
Não tenha medo de sentir prazer. O prazer é ainda maior quando o sentimos com a Alma. As experiências com os sentidos (visão, audição, olfato, paladar e tato) são diretas, intransferíveis e essencialmente unificadoras. Procure estar atento ao que pode descobrir com os sentidos. Quando os cinco sentidos se tornam plenos, há outros mais sutis a serem descobertos e desenvolvidos.
 
 
         A semente brota, mas se a raiz não for profunda, a planta fica fraca, pois não cresce ou seca facilmente. É necessário perceber qualquer bloqueio que esteja prejudicando o processo de enraizamento ou a força de mergulhar mais fundo nas situações. Se não estivermos centrados no nosso mundo físico, não conseguiremos entender totalmente o propósito de nossas visões, sonhos, potenciais, ou ainda descobrir as verdades da fonte original.
 
 
Embora possamos ajudar pessoas que se mostrem abertas e receptivas, devemos compreender que há limitações, e não devemos tentar apressar o desenvolvimento dos outros ou queimar etapas, dizendo-lhes coisas para as quais ainda não estão preparadas.
 
 
O dia de hoje mostra que tudo o que queremos tem possibilidade de se materializar, mas num ritmo e tempo próprios. Devemos perseverar durante as difíceis fases iniciais, para que a mudança ocorra incondicionalmente, sem a tensão provocada pelo nosso imediatismo.
 
 
Este é também, um excelente dia para trabalhar em rede, transmitindo informações. Ótimo para exercer influência e trabalhar de modo ativo e dinâmico, controlando desempenho e detalhes, especialmente em atividades artísticas. Kan traz uma imensa energia de competência, eficiência, seriedade e liderança.
 
 
Enfim, inicie novos projetos, semeando o que o seu coração deseja. Plante agora as sementes de suas intenções, projetos ou sonhos e sinta que é possível este sonho-semente brotar e florescer. O cumprimento de qualquer sonho começa com um pensamento singelo, bom humor, generosidade e justiça. A energia de Kan traz a boa sorte e a valorização da amizade, do desempenho e da liderança. Aproveite para acumular força interior e conte com a proteção espiritual do poder deste signo."
 
 
- texto de Cristina Toth na Bussola Galactica sobre as energias que atuam no nosso dia a dia, desenvolvidos a partir dos ensinamentos que os maias nos deixaram
 
 
 
 

 


sons: Om Namah Shivaya ! Shivaya Namah Om !

escrito por Infiel às 12:32
link do post | desabafa | adiciona se gostaste
|

Terça-feira, 23 de Junho de 2009
desejos ....

 

 

 

 

 

Não aceites menos do que desejas

 

 

 

 

 

 

 foto de tati e carlucho

 

 

 

 

 


sons: "I drove all night" Roy Orbison


Quinta-feira, 4 de Junho de 2009
politica.....

 

 

 

 

"Pai, eu preciso fazer um trabalho para a escola!

Posso te fazer uma pergunta?

Claro, meu filho, qual é a pergunta?

O que é política, pai?


- Bem, política envolve: Povo; Governo; Poder econômico; Classe trabalhadora; Futuro do país.


Não entendi. Dá para explicar?


-Bem, vou usar a nossa casa como exemplo:

Sou eu quem traz dinheiro para casa, então eu sou o poder econômico.

Sua mãe administra, gasta o dinheiro, então ela é o governo.

Como nós cuidamos das suas necessidades, você é o povo.

Seu irmãozinho é o futuro do país e a Zefinha, babá dele, é a classe trabalhadora. Entendeu, filho?


- Mais ou menos, pai. Vou pensar.

Naquela noite, acordado pelo choro do irmãozinho, o menino, foi ver o que havia de errado. Descobriu que o irmãozinho tinha sujado a fralda e estava todo emporcalhado.

Foi ao quarto dos pais e viu que sua mãe estava num sono muito profundo.

Foi ao quarto da babá e viu, através da fechadura, o pai na cama com ela.
Como os dois nem percebiam as batidas que o menino dava na porta, ele voltou para o quarto e dormiu.

Na manhã seguinte, na hora do café, ele falou para o pai:

Pai, agora acho que entendi o que é política.

- Ótimo filho! Então me explica com suas palavras.

- Bom, pai, acho que é assim:

Enquanto o poder econômico fode a classe trabalhadora, o governo dorme profundamente.
O povo é totalmente ignorado e o futuro do país fica na merda!!!"

 

 

- politica é assunto de todos mas, como não votei, não devo reclamar

e ninguem melhor que as crianças para explicarem os serios assuntos dos adultos

 

 

 

 

 

 




mimos (74) & memoires
moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

quantos infieis
CURRENT MOON


My blog is worth $30,485.16.
How much is your blog worth?

sonhos e dissertações

A Tabacaria de Alvaro de ...

exterminadores do amor

conhecimento

tolo

verdadeira, louca e inten...

idade noutros planetas

como vingar-se do ex

união

sorrir

Atraiçoada - o convite

Marketing e exibicionismo

terapia sexual

aviso às Católicas

se natal é qd se ker.... :)

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Desistir/Recomeçar

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
22 comentários
18 comentários
12 comentários
11 comentários
9 comentários
Atraiçoada - o livro
Support independent publishing: Buy this book on Lulu.></a>
<div class=
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSTag pensamentos