Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007
mulher moderna

 

 

 

 

 

 " São  5.30H  da manhã, o despertador não pára de tocar e não tenho forças nem para atirá-lo contra a parede.

.

.

Estou acabada. Não quero ir trabalhar hoje.

.

.

Quero ficar em casa, a cozinhar, a ouvir música, a cantar, etc.

.

.

Tudo  menos  sair  da  cama,  meter  a primeira e ter de por o cérebro a funcionar.

.

Gostava  de  saber quem foi a bruxa imbecil, a matriz das feministas que teve a desgraçada da ideia de reivindicar os direitos da mulher e porque o fez connosco que nascemos depois dela?

.

.

Estava tudo tão bem no tempo das nossas avós, elas passavam o dia todo a bordar,  a  trocar  receitas com as suas amigas, ensinando-se mutuamente segredos  de  condimentos, truques, remédios caseiros, lendo bons livros das  bibliotecas  dos  seus  maridos, decorando a casa, podando árvores, plantando flores, recolhendo legumes das hortas e educando os filhos.

.

.

A  vida  era  um  grande  curso de artesãos, medicinas alternativas e de cozinha.

Depois  ainda  ficou  melhor, tivemos os serviços, chegou o telefone, as telenovelas,  a  pílula,  o  centro  comercial,  o  cartão de crédito, a Internet!

.

.

Quantas  horas  de  paz  a  sós  e  de  realização  pessoal nos trouxe a tecnologia!

.

Até  que  veio  uma  tipa,  que pelos vistos não gostava do corpinho que tinha,  para  contaminar  as  outras  rebeldes inconsequentes com ideias raras sobre "vamos conquistar o nosso espaço" Que espaço?!

.

.

Que  caraças! Se já tínhamos a casa inteira, o bairro era nosso, o mundo a nossos pés!!!

.

Tínhamos  o  domínio  completo dos nossos homens, eles dependiam de nós, para  comer,  vestirem-se  e  para  parecerem bem à frente dos amigos. E agora? Onde é que eles estão???

.

.

Nosso espaço???!!! Uma treta...

.

Agora  eles  estão  confundidos,  não  sabem  que  papel  desempenhar na sociedade, fogem de nós como o diabo da cruz.

.

.

Essa piada... essa ideia estúpida, acabou por encher-nos de deveres.

.

E  o pior de tudo acabou lançando-nos no calabouço da solteirice crónica aguda!!!! Antigamente os casamentos eram para sempre.

.

.

Porquê?  Digam-me  porquê,  um  sexo  que  tinha  tudo  do melhor que só necessitava de ser frágil e deixar-se guiar pela vida começou a competir com os machos? A quem ocorreu tal ideia?

.

.

Vejam o tamanhão dos bíceps deles e vejam o tamanho dos nossos!

Estava muito claro que isso não ia terminar bem.

.

Não  aguento  mais  ser  obrigada ao ritual diário de ser magra como uma escova,  mas com as mamas e o rabo rijos, para o qual tenho que me matar no  ginásio, ou de juntar dinheiro para fazer uma mamoplastia, uma lipo, ou implantes nas nádegas..

.

Alem de morrer de fome, pôr hidratantes, anti-rugas, padecer do complexo do  radiador  velho a beber água a toda a hora e acima de tudo ter armas para  não  cair  vencida  pela velhice, maquilhar-me impecavelmente cada manhã  desde  a  cara ao decote, ter o cabelo impecável e não me atrasar com  as  madeixas, escolher bem a roupa, os sapatos e os acessórios, não vá não estar apresentável para a reunião do trabalho.

.

E  não  só,  mas  também  ter  que decidir que perfume combina com o meu humor, ter de sair a correr para ficar engarrafada no trânsito e ter que resolver  metade  das  coisas  pelo  telemóvel,  correr  o  risco de ser assaltada  ou  de  morrer numa investida de um autocarro ou de uma mota, instalar-me  todo  o  dia  em  frente ao PC, trabalhar como uma escrava, moderna  claro  está, com um telefone ao ouvido a resolver problemas uns atrás  dos  outros, que ainda por cima não são os meus problemas!!! Tudo para  sair  com  os  olhos vermelhos pelo monitor, porque para chorar de amor não há tempo!

.

.

E  olhem  que tínhamos tudo resolvido, estamos a pagar o preço por estar sempre  em forma, sem estrias, depiladas, sorridentes, perfumadas, unhas perfeitas,   operadas,  sem  falar  do  currículo  impecável,  cheio  de diplomas,  de doutoramentos e especialidades, tornámo-nos super-mulheres mas continuamos a ganhar menos que eles e de todos os modos são eles que nos dão ordens!!!!

.

.

Que desastre!

.

.

Quero  alguém  que  me abra a porta para que possa passar, que me puxe a cadeira  quando  me vou sentar, que mande flores, cartinhas com poesias, que me faça serenatas à janela!

.

.

Se  nós  já  sabíamos  que tínhamos um cérebro e que o podíamos utilizar para quê ter que demonstra-lo a eles?

.

.

Ai meu Deus, são 6.10H, e tenho que levantar-me da cama...

Que fria está esta solitária e enorme cama!

.

.

Ahhhh... Quero um maridinho que chegue do trabalho, que se sente no sofá e  me diga: "Meu amor, não me trazes um whisky por favor?" Ou: "O que há para jantar?"

.

.

Porque  descobri  que é muito melhor servir-lhe um jantar caseiro do que atragantar-me com uma sanduíche e uma Coca-Cola light enquanto termino o trabalho que trouxe para casa.

.

.

Pensas que estou a ironizar ou a exagerar?

Não,   minhas   queridas   amigas,   colegas   inteligentes,  realizadas liberais...e idiotas!

.

.

Estou a falar muito seriamente:

Abdico do meu posto de mulher moderna.

.

.

E digo mais:

A  maior  prova  da  superioridade  feminina  era  o  facto de os homens esfalfarem-se a trabalhar para sustentar a nossa vida boa!

.

.

Agora somos iguais a eles"

.

.

.

.

.

.

personagem desconhecida

.

.

.


sinto-me: em dilema

escrito por Infiel às 01:42
link do post | desabafa | adiciona se gostaste

33 comentários:
De Sorrisoduplo a 22 de Agosto de 2007 às 10:50
O problema é que nunca estamos contentes com o que somos... hoje queríamos ser como ontem... ontem quisemos ser o que somos hoje...
Gostei muito de ler...
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

O problema é que nunca estamos contentes com o que somos... hoje queríamos ser como ontem... ontem quisemos ser o que somos hoje... <BR>Gostei muito de ler... <BR class=incorrect <a name="incorrect">Bjo</A> </A>


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 00:48
Achei este monólogo o maximo porque também tenho manhãs que me sinto assim lol

Um sorriso de mim para ti Lagrima


De miss bradshaw a 22 de Agosto de 2007 às 11:37
um post sem duvida excelente! quem ja nao sentiu isso?! e definitivamente a coisa que mais detesto é ter homens a darme ordens! fiko piursa (eu tenho um pekeno problema com autoridade lol) mas ao mesmo tempo em que nao posso deixar de concordar contigo,tambem te confesso: antes ser a super mulher gira-boa-empresaria de sucesso, que ter que pedir dinheiro ao meu marido pa cortar o cabelo! penso que a minha independencia monetaria faz valer a pena todo esse sacrificio diario. e quanto aos homens que se sentem ameaçados por uma mulher de poder so tenho que dizer o seguinte:nao passam de uns meninos da mama! porque homem que é homem,basta-se a si mesmo e nao precisa duma barbie burrinha para afirmar que é poderoso! ;)***


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 00:51
Ola Miss
Obrigado por me visitares e me adicionares

É verdade aquelas manhãs frias, solitarias e a obrigatoriedade de ir trabalhar... faz-nos ter pensamentos menos modernos lol
E tens toda a razão, mesmo casada nada melhor que ter a nossa independencia monetaria
Um beijo


De Caminhar é preciso a 22 de Agosto de 2007 às 11:45
Recebi um e-mail com esta mensagens a poucos dias...achei engraçado!

LOL

Beijos
Jully


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:03
Ola Caminhar
Eu também o recebi no mail e nao vinha assinado se sabes quem o escreveu de boa vontade o indico aqui
Como achei o maximo lembrei-me de o publicar

Jinhos


De mteresinha a 22 de Agosto de 2007 às 11:55
Olá...
as mudanças foram mt grandes e no meio disto tudo muitas belas (qd digo belas não me refiro apenas à embalagem) e inteligentes mulheres deparam-se todos os dias com a solidão.
O pior é que temos de manter um sorriso nos lábios, porque a dura realidade é que a tristeza estampada no rosto afasta as pessoas de nós...
muito complicado mesmo...por isso apenas tentemos aproveitar os bons momentos e não nos deixar vencer pela maldita solidão ou por comentários de pessoas de tacanhez gigantesca.

Não te conheço, mas percebo-te.


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:17
Ola MTeresinha

Tens tioda a razão!!!
Obrigado por me visitares e comentares


De AmigoDistante a 22 de Agosto de 2007 às 13:11
Sou primeiro Homem a comentar por isso cá vai!

Adoro a mulher moderna, não depende do homem, sabe o que quer, não se subjuga etc não preciso de dizer mais e apesar de tentar ser super mulher por vezes pufs não consegue ok já sei por vezes somos machistas mas nem todos....

Parece-me que o homem moderno já se adaptou a esta mulher linda e moderna e será muito difícil voltarem a trás.
tenho um pedido a fazer a todas as mulher modernas agora não já não quero a mulher antiga estou melhor com esta é melhor e mais justa penso eu de que !!!

Viva a mulher moderna

Beijokas deste homem moderno e AmigoDistante


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:19
Ola Amigo



Adorei o comment

jinhos


De Mia a 22 de Agosto de 2007 às 21:01
Um excelente texto sem duvida! às vezes, a vontade que dá é mesmo largar tudo e viver como antigamente! :))
bjokinhas


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:20
ola Salpicos de Luz

Ha manhãs assim ne

Jocas e obrigado por comentares


De Pedro de Sousa a 22 de Agosto de 2007 às 21:18
Ola

Tenho a vantagem de ja ser um cota...

Nada na vida é aquilo que desejamos... é a conclusão que se tira...

Quanto ao resto... enfim pessoalmente adoro cozinhar, e se for preciso tambem passo a ferro, coso uma meias ou aspiro... não preciso de uma mulher para isso... e algumas, coitadinhas... enfim

O que preciso é uma companheira... será que as mulheres de antigamente seriam tão companheiras como as de agora? não andariam sempre a dizer... deixa estar, não tens jeito para nada... so serves para ler o jornal, es um inutil... ao menos vai ao pao enquanto eu trato do miudo...

Trabalhos partilhados, ocios partilhados... parece-me melhor e mais justo...

Diplomas...? pois... para que?

Beijinhos


De A Velha Menina a 23 de Agosto de 2007 às 17:40
Boa Pedro!


De AmigoDistante a 24 de Agosto de 2007 às 00:23
bem tenho de comentar isto

Diplomas podem não serem precisos, mas nem todos nós tiramos diplomas so para seremos Dr. falo por mim gosto de render, sentir útil e poder retirar algo de positivo e poder aplicar

se não pergunto o seria o Homem sem sabedoria e amor?

um abraço a todos.


De Pedro de Sousa a 24 de Agosto de 2007 às 01:04
Ola

Falava de dilplomas no sentido lato, de resto como a Infiel.

Concordo que o Conhecimento é absolutamente essencial.

Temos no entanto que concordar que ha determinados cursos que são perfeitamente inuteis na perspectiva de um mercado de trabalho competitivo, e que algumas Universidades exploram o sentimento de orgulho da pessoa em ter um canudo, independentemente da real necessidade que esse mercado de trabalho tenha dessa especialidade.

Recordo-me, por exemplo de História, area que pessoalmente adoro, mas que seria incapaz de a seguir em termos puramente profissionais...

Em termos de conhecimento, ja pensei varias vezes em tirar o curso, sempre adiado porfalta de tempo...

Um abraço


De AmigoDistante a 24 de Agosto de 2007 às 09:29
Não querendo tornar este assunto mais longo, deixo apenas uma sugestão

Universidade Aberta


uma porta aberta a todos que quiserem e poderem.

eu pessoalmente estou muito contente.

um abraço


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:23
Ola Pedro

Pois que as mulheres modernas não estão sozinhas, tambem ha os homens modernos
Esses que cozinham, limpam, engomam.... são o maximo!!! Sentem na pele o que é ter uma casa para cuidar e, tornam-se muito mais companheiros porque o que toda a mulher necessita é um companheiro e vice-versa
Um verdadeiro companheiro!!!

Um abraço



De Alguém a 23 de Agosto de 2007 às 23:19
Triste


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:24
Lol



De Sophie a 24 de Agosto de 2007 às 19:40
Simplesmente fantastico ...
posso concordar completamente pq nos agoraque estamos em igualdade vemx cm é a vida...
bem melhor kuando eram eles a traba. mas tinham que depender de nós para se vestir comer, etc etc ...

que fazer a este mundo ...

Bjzzz


De Infiel a 27 de Agosto de 2007 às 01:26
Ola Sofia

Ainda bem que gostaste

Seja bem vinda e aparece sempre que queiras



De callaway a 28 de Agosto de 2007 às 11:20
Eterna insatisfação...

Ainda bem, é sinal que estamos vivos, mas não passa dum mero desabafo, pois, imagina-te no outro papel, quanto tempo aguentarias ???


De Infiel a 29 de Agosto de 2007 às 01:37
Pessoalmente não me recordo de alguma manhã ter despertado com tal pensamento ou desejo mas ja vivi 7 anos sem trabalhar e adorei!!! mas não era o meu marido que sustentava a casa, era-o eu, mesmo sem trabalhar fora
Mas a insatisfação faz parte do desenvolvimento individual, tal como dizes, prova que estamos vivos!!


Comentar post

moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

sonhos e dissertações

Discos vinil saudoso som

Atraiçoada

Feliz e quente Natal

ja nasceu hehehehe

A Tabacaria de Alvaro de ...

velocidade

O Bob

a parvoice foi embora

cigarro procura-se

Luta de Titans 1ª semana

Ano do Tigre Dourado

Luta de Titans

cucu

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

Mario Quintana e o casame...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
103 comentários
81 comentários
78 comentários
75 comentários
75 comentários
69 comentários
59 comentários
subscrever feeds