Sábado, 26 de Janeiro de 2008
despedidas

 

 

Deixemo-nos de cinismo, não tenho como prioridade encontrar um gajo mas, não me importava de encontrar alguem que, minimamente me agradasse

Por vezes acho que sou demasiado exigente, ora será o discurso, ora os olhos, ora as mãos, ou o pikeno tem ou não tem a barba que me agrada Tenho sempre que encontrar alguma coisa que me desagrada, quando eu até gostava de encontrar tudo que me agradasse

Os tempos de caçadora já passaram, as tecnicas de caçar já não me seduzem, nem de fazer de presa me atrai (espero que seja só ressaca)

 

Estava de ferias, num País desconhecido em busca de mim mesma, de provar que ainda sou aventureira, que ainda sou capaz de fazer, de me ultrapassar Queria escutar o Mar Negro e saber se o seu idioma era diferente do Atlântico, se Neptuno me seguiria e me revelaria os seus misterios

 

Mas o Mar Negro é tão azul e cinzento como o Pacifico, mas é mais calmo, mais sedutor as suas ondas lambem devagarinho a praia com cadaveres de moluscos, o sangue salpica a areia e os passaros morrem de frio

 

Como se Neptuno me desse importância suficiente, enviou um jovem leão marinho a terra Saiu da agua como se fosse um gato molhado, os bigodes a brilharem, apoia-se nas suas patitas dianteiras me observando a menos de 50 metros

Fiquei tão estupefacta que nem me lembrei da Pentax, fiquei embriagada com os brilhos da pele negra, com o seu focinho curioso, com os olhinhos observadores

As criaturas marinhas vinham despedir-se de mim, já podia voltar á capital

 

 

 

praia de Mamaia, cascas de moluscos

 

 

 

Voltei de autocarro, um mini bus de 28 lugares, ar condicionado e com direito a uma smoking-break a meio da viagem, o mesmo preço que o comboio (11€), lá entendi que faltavam 20 minutos para a partida

 

A neve derretia em poças de lama, os passageiros escolhiam os seus lugares, os putos desgrenhados e sujos, estendiam as mãos para uma moedinha, lançavam-me injurias por os ignorar e não lhes dar "euros" A gaja da barraca vendeu-me agua com gas quando pensei que tivesse entendido que era sem gas, dei a garrafa aos putos (que a receberam com alegria disparatada) e entrei no autocarro, disposta a passar 2 horas sem fumar

Escolhi um lugar no fim do corredor, junto a uma janela onde podia acompanhar o pôr do sol, um minuto antes da partida entra um casal esbaforido

ao meu lado senta-se um senhor gordo, careca, transpirado e... ao seu colo um chihuahua pouco amistoso

 

De repente fui lançada para um avião, para voar para o meio da Amazonia, um avião sem ar condicionado, em que as galinhas eram transportadas dentro de cestos de palha mas, desta vez eu estava, na Europa, numa Europa em que os animais domesticos (ainda) não são obrigados a viajarem dentro de gaiolas e na bagajeira

 

O bicharoco até se portou bem, virou-me a cauda e só tinha olhos para a dona, no outro banco A dada altura que ele estava, visivelmente com sede, daí que mais irritado o dono, diz-me, com um sorriso de desculpa: "problemas, problemas" Eu sorri abertamente e mostrei-lhe a foto dos meus dois pastores alemães: "problemas seriam se fossem estes hehe"

ele entendeu e formou-se uma ligação de empatia, mostrou a foto á senhora e devolveu-a com um sorriso de compreensão

 

 

lá fora cada vez mais frio

 

 

 

 

 

p.s. aqui as fotos não parecem de grande qualidade, deixo-vos o link do album

 

 

 

 


sinto-me: viajando

escrito por Infiel às 21:32
link do post | desabafa | adiciona se gostaste

7 comentários:
De noivo a 27 de Janeiro de 2008 às 03:27
sim senhora! depois da ausência o regresso:)


De Infiel a 27 de Janeiro de 2008 às 19:40

Obrigado por me receberes :)


De Maaf a 28 de Janeiro de 2008 às 11:48
Já vi as fotos todas!!! É mesmo bonito!!!


De Infiel a 28 de Janeiro de 2008 às 22:03




até lhe perdoava o bigodito heheh


De Infiel a 28 de Janeiro de 2008 às 22:50



e eu a pensar que te referias ao rapaz



De Lua de Sol a 28 de Janeiro de 2008 às 12:49
As cascas de moluscos na praia são... Bem, nunca tinha visto areal tão forradinho! Espantoso...


De Infiel a 28 de Janeiro de 2008 às 22:05
é espantoso mesmo, muitos ainda estão cheios e oa passaros vêm debica-los e ha gajos que os vão apanhar também para os levar para casa

Tenho pena que o primeiro rolo estivesse com defeito e perdi todas as primeiras fotos

Beijinhos e obrigado


Comentar post

moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

sonhos e dissertações

Discos vinil saudoso som

Atraiçoada

Feliz e quente Natal

ja nasceu hehehehe

A Tabacaria de Alvaro de ...

velocidade

O Bob

a parvoice foi embora

cigarro procura-se

Luta de Titans 1ª semana

Ano do Tigre Dourado

Luta de Titans

cucu

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

Mario Quintana e o casame...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
102 comentários
80 comentários
78 comentários
75 comentários
75 comentários
69 comentários
59 comentários
subscrever feeds