Sábado, 28 de Junho de 2008
canalha!!!

 

  

"Tretas de merda, dá-me o meu jogo!"

 

 

Jamais perdoe!

 

 

 
Jamais perdoe uma ofensa. Perdoar é muito difícil. Temos que retirar um peso enorme, uma pedra, que nos sufoca e dói. E como gostamos de sofrer... Sofrendo, os outros nos fazem um afago e dizem "tadinho, foi ofendido..."
 
E se conseguirmos assim mesmo tirar o pedregulho e dizer "perdoamos", ainda assim dizemos lá no fundo, "perdôo a tua canalhice". E consideramos o ofensor, unicamente um "canalha".
 
E é por isto que insisto em dizer, JAMAIS PERDOE, porque é muito dolorido ter que conviver com um canalha pelo resto da vida. E além do mais, deixar de receber qualquer afago por isto...
 
Mas para não perdoar devemos primeiro entender porque somos ofendidos.
 
Quem é o ofensor, o canalha?
 
É alguém que cruzou nosso caminho e cometeu a enorme ofensa de nos atingir em uma das seguintes coisas:
Destruiu, tirou, levou, apropriou-se, furtou ou roubou algo material que sentíamos como "nosso", propriedade absoluta e indiscutível, que nos custou muito ou pouco ou que ganhamos.
E a "perda" deste objeto material nos fez doer o coração.
*
Traiu ou fez com que alguém que consideramos como nosso, traísse a nossa compreensão do que deveria fazer. Alguém agiu de forma contrária ao que gostaríamos que agisse.
E esta "traição" de alguém possuído nos fez doer o coração.
*
Contradisse algo que pensamos seja o certo e o correto. Disse, por exemplo, que o que pensamos esta errado. Alias talvez tenha mesmo dito que não existe o certo e o errado, o melhor e o pior, o espírito e a matéria. Diz que é igual, a religião que é de Deus e o ateísmo que é do diabo. Que o livro "tal" que nos sustenta a mente, a conduta e os sentimentos não contem toda a verdade. Que Hitler e Gandhi eram iguais (e também Saddam Hussein e Madre Teresa). É aquele que torce por um farrapo colorido enquanto torcemos por outro, no futebol, na política e na guerra.... É aquele que afirma que tudo o que existe é uma percepção e, portanto uma ilusão pessoal.
E esta perda de nossas "verdades" nos fez doer o coração.
 
Então chegamos a um ponto comum. O canalha é alguém que de alguma forma nos fez doer o coração. Mas como? É só isso? Mas o canalha é um canalha, oras!
Pode ser que para você ele seja um canalha porque fez doer o seu coração. O que em outras palavras significa que ele é um canalha para você. Um canalha particular, só seu, que você criou e com isto ficou ofendido e ao sofrer pode sentir o doce afago dos "amigos" quando dizem: "tadinho, foi ofendido pelo seu canalha particular e individual...." e que continuam tão "amigos" como antes de seu canalhazinho, porque não foram ofendidos por ele...
*
Então temos um problema. O canalha não é um canalha. Porque para ser um verdadeiro, absoluto e indiscutível canalha, deveria ser para todos, sem exceção e durante todo o tempo. Meio canalha é como uma mulher meio-grávida, não existe.
E se não existe o canalha absoluto devemos procurar a canalhice não fora de nós, no "outro" que nos "ofendeu", mas em nós mesmos que percebemos o "outro" como "ofensor". E compreender porque nos sentimos ofendidos.
*
E para isto temos que compreender que as três causas apontadas acima para que criássemos em nossa mente a figura do ofensor foram geradas unicamente por nós mesmos. E que foram consequência de nosso sentimento de "posse".
Possuímos as coisas materiais e se alguém as tira de nós, sofremos. Não pelo objeto e sim por nosso sentimento em relação ao objeto.
*
Possuímos as pessoas, os sentimentos das pessoas, e se há alguma modificação neste sentimento, sofremos. Não pelo outro, mas por nosso sentimento de "perda" do sentimento alheio (ou o que imaginamos fosse o sentimento alheio).
Possuímos o saber, os conceitos. E se alguém nos contradiz, sofremos. Não pela alteração que um conhecimento diferente possa causar no mundo, mas pela nossa sensação de sentirmos que alguém nos fez ver que estamos "errados" e não mais "certos".
*
Resumindo, sofremos apenas porque insistimos em possuir, coisas, pessoas e conhecimentos. E em consequência de nossa posse passamos a criar e cultivar os ofensores e os canalhas privativos de cada um.
Visto assim, podemos resolver a questão do perdão afirmando simplesmente, "não perdoe mas jamais se "sinta ofendido" e portanto não tenha a quem perdoar". Não existem canalhas universais de plantão só para lhe ofender, a não ser em sua mente.
No entanto ainda resta um aspecto a considerar.
*
É o fato de que sempre, a cada instante, existe algum "outro" nos agredindo em uma das três áreas acima. E a cada instante somos chamados a criar mais um canalha particular e individual. E mesmo se nos desligarmos das "posses" e portanto não sentirmos as ofensas, algo dentro de nós nos dirá a cada instante: "esta havendo uma tentativa de ofensa" e neste momento devemos sempre, agradecer a Deus pela oportunidade de passar por mais esta prova. Prova, como todas, criadas por Deus unicamente para nos permitir testar-nos, verificar se conseguimos superar a posse e a tendência a criar canalhas particulares.
*
Porque o ilusório canalha que ilusoriamente nos ofendeu e a quem não temos o que perdoar por que simplesmente não houve ofensor, ofensa e ofendido é o enviado divino que indica o caminho de nossa evolução.
Cada um é soberano em seu reino particular, para passar por suas provas com Deus ou sem Deus e nisto consiste todo o livre arbítrio do ser humano.

 

estudantesespiritas

 

 

 

 

e desisto de tentar formatar o texto porque estou com sono e ainda tenho de digerir a informação *****************************************

 


sinto-me: com sono e sem paciência

escrito por Infiel às 02:05
link do post | adiciona se gostaste

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

sonhos e dissertações

Discos vinil saudoso som

Atraiçoada

Feliz e quente Natal

ja nasceu hehehehe

A Tabacaria de Alvaro de ...

velocidade

O Bob

a parvoice foi embora

cigarro procura-se

Luta de Titans 1ª semana

Ano do Tigre Dourado

Luta de Titans

cucu

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

Mario Quintana e o casame...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
102 comentários
80 comentários
78 comentários
75 comentários
75 comentários
69 comentários
59 comentários
subscrever feeds