Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Infiel

Infiel

o cantar da solidão

04
Jun07

 

 

 

 

Notei que este fim de semana as palavras escritas ou mais procuradas foram sobre sentimentos;

será que existe uma predisposição de ao fim de semana se sentirem mais sentimentais, mais solitarios???

 

Até sei que poderá ser assim,

aos fins de semana é quando as familias se reunem,

todos passeiam acompanhados,

multidões enchem os supermercados e cinemas,

o transito é o que sabemos...

Quem fica em casa será porque, entre um milhão de outras razões, é porque está sozinho!

 

Também por isso eu gosto do meu fim de semana ao meio da semana mas,

não me deixei de sentir tentada a pensar sobre sentimentos e solidão!

 

Sinto-me bem sózinha!

Não tenho, obrigatoriamente, de me meter á estrada para passear as crianças,

para aliviar o stress do marido,

para mudar de ares porque o outro assim necessita.

 

Não tenho de cozinhar, se não me apetece comer;

Não tenho de viver segundo as regras e disposições de outra pessoa.

 

Egoísmo???

Na!

Sómente porque aquele velho ditado popular, se aplica muito bem á minha vida:

"Mais vale sózinho que mal acompanhado!"

 

Se me apetece ir para a praia ás duas da manhã,

já não tenho quem me diga "onde vais tu a esta hora? tem cuidado! que vão dizer de mim se tem vêm sozinha por aí???

 

se me apetece ficar sentada no jardim a observar a lua,

não existe outro que me obrigue a entrar em casa porque ...

 

Isto não é tristeza!

Sinto-me bem no canto da minha solidão,

 

Quantas noites danço com a lua,

mesmo sem me lembrar que tu existes!!!

Quantas vezes caminho no pinhal,

me deixando contagiar pela alegria dos pássaros!!

Quantas vezes me rebolo na areia,

só pelo prazer de estar viva!!!

Quantas vezes fico feliz por saber que ninguém me espera,

para explicar, para explodir pelo stress do dia passado!!!

 

Já te o havia dito

sou feliz,

mesmo sem ti a meu lado!

 

a minha felicidade reside em mim mesma,

eu sei o que quero,

quem sou,

eu descobri-me por viver sózinha!

 

Só depois de ter fer feito esta grande descoberta

(sou um genio! hihihi)

é que senti a felicidade dentro de mim,

gosto de mim,

do meu corpo,

da pessoa que sou.

E quando não gosto... aturo-me na mesma!!

modificam-se habitos,

pensamentos,

atitudes

até se alcançar as estrelas!

 

Perguntas:

Não me queres como companhia?

Talvez,

se apreciasses o mesmo que eu,

se comigo quisessses dançar para a lua,

se comigo quisesses rebolar na areia,

se comigo quisesses mergulhar na luz das estrelas,

se comigo quisesses pisar a relva descalço,

se me abraçasses á chuva,

se me amasses com a mesma intensidade com que eu te queria amar!

 

Só depois de viver sózinha comecei a desejar

dormir acompanhada!

Quando passamos anos a dormir com outro,

não temos consciência de quanto é bom

despertar ao lado de alguém a quem desejamos!

 

Momentos que passam

sempre em busca duma felicidade que

está mesmo dentro de cada um!

 

Sejam felizes! todos os momentos!

Despertem!!!!

Tu também!

Paixão da minha vida!

 

 

 

2 comentários

Comentar post