Sábado, 8 de Agosto de 2009
vendi-me

 

moi que não tem televisão que não lê jornais que não compra revistas ............. aceitou participar num programa televisivo

 

 pois é! aqui a Infiel foi à TVI apresentar seu livro  "Atraiçoada"

uma das razões porque adorei poder publica-lo na Bubok foi porque evitava as apresentações, sessões de autografos e todo um desfile social mas, não resisti quando acenaram com a possibilidade de poder falar sobre ele

 

afinal não disse nada do que tinha planeado dizer, porque isto de ir à televisão até mexeu com a minha rotina mental

 

de 1000 televisores ligados, 100 estão sem som, 200 não têm ninguem a olhar para eles, arrisco outros 200 que não entendem nada do que se está a passar ali

Dos 500 que sobram: 300 não acham nada interessante, 100 até estão com atenção,  70 podem interessar-se pelo assunto, 30 vão ao fundo da questão

mas, o universo alarga-se e o blog betrayed teve a mais alta taxa de procura da sua existência sem ter escrito um post

 

funciona! estou pasmada com a televisão e os 5 minutos de gloria que os amigos surpreendidos elogiaram e, o assunto é aqui discutido porque, ainda ha por aí muita gente que tem medo do divorcio

daí que .......  pensei dedicar alguns post aos angustiados mal casados/as ou recem divorciados

 

como tudo acontece por alguma razão, vendi-me mas irei redimir-me com conselhos e expôr situações que TODOS passam quando o nosso mundo treme

afinal este é o blog da Infiel que já deu muito que falar

 

 

 

P.S. não prometo posts assiduos mas vamos falar de divorcio ai vamos vamos

 

 

 

 

 


sons: "Assim falava Zaratustra"


Terça-feira, 28 de Abril de 2009
divorcio

 

 

um casamento que dura 2/5/10/20/30 anos não pode quebrar de um dia para o outro

dia a dia as frustrações vão-se acumulando

e juntos não conseguem mais, encontrar soluções

até que um deles tem coragem para terminar uma situação social e valorizar o equilibrio pessoal

 

é dificil separarmo-nos de alguem com quem partilhamos uma vida

 

assusta a ideia de ficar só

resistimos á ideia de dividir bens

enfatizamos a opinião alheia

 

parece que o mundo terminou e que saltamos de um avião

em queda livre, sem paraquedas

 

mas a decisão está tomada e basta dar o primeiro passo

 

se existe outra pessoa, a ideia de ficar só não se pôe

excepto aquelas ideias pre-concebidas de que, um dia, alguem escutará "por ti, fiz isto ou aquilo"

 

por isso, tão importante tomar uma decisão por si mesmo e jamais por outra pessoa

sejemos responsaveis pelos nossos actos

 

mesmo depois de partilhar uma vida, experiências, emoções com outra pessoa, chega uma altura que, estar só é uma dadiva

o melhor caminho para conhecermos o nosso eu, as nossas necessidades e valor

 

só no silêncio escutamos o nosso eu e, quando o escutamos, agradecemos por, finalmente, conhecer o que somos e o que queremos

 

- cada separação é unica

mas o ponto comum é que ninguem tem o direito de impedir a outra pessoa de viver e sentir a vida, como deseja

tudo tem as suas consequências e com tudo aprendemos e recordamos quem somos

 

- negar sentir a vida é morrer

e ambos morrem numa relação apodrecida

 

 

 

 P.S - não me canso de repetir que as  mudanças, por mais medo que se tenha, são os melhores acontecimentos da vida

resistir ao que desejamos é limitar as nossas experiências como seres humanos, especiais e poderosos

 

- o casamento não me assusta, o divorcio tão pouco

aprendi que consigo superar, consideradas, adversidades da vida

estou só por opção, estou acompanhada por opção

é a minha vida e valorizo o momento

 

e só aprendi porque enfrentei os meus medos

e aceito as consequências dos meus actos

 

 

 

 

 


sinto-me: tranquila


Sexta-feira, 24 de Abril de 2009
casamento

 

Casamento deveria ser uma festa para tornar publico o amor entre duas pessoas

pessoas que declaram a vontade de viver e evoluir juntos

acto que uniria mais todos os presentes

 

casar não significa segurança, ter ou possuir outra pessoa ou bens materiais, não significa poder exigir, esperar que algo seja fornecido pelo outro porque são casados

não é um acto para limitar, controlar, impedir ou restringir o outro

não é um acto para produzir obrigações mas sim para fornecer oportunidades

 

casar é uma partilha da intenção de viver, acompanhar e evoluirem juntos

amor, sabedoria, conhecimento, poder, compreensão, proteção, compaixão e força, reside dentro de cada um, casam com a esperança de dar para que o outro possa ter mais abundancia, que a felicidade de um não seja controlada e limitada pelo outro

 

casamento é oportunidade para que ambos possam desenvolver pessoal e individualmente, elevando-se ao potencial maximo como individuo e como casal

 

- O circulo é o simbolo do sol, da terra e do universo, da santidade, da perfeição e da paz

é o simbolo da eternidade da verdade espiritual, do amor e da vida, do que não tem principio nem fim

alianças são o simbolo de unidade, de união, envolvimento

o amor não pode ser possuido nem restringido e a alma nunca pode estar presa

 

 

 

 

 

 

"Seras minha companheira/o, minha/meu amante, minha amiga/o e minha mulher/marido Anuncio e declaro a minha intenção de te dar a minha mais profunda amizade e amor, nos bons e maus momentos, quando recordas quem és e quando te esqueces, quando ages com amor e quando não ages Procurarei sempre ver a Luz da Divindade dentro de ti e procurarei sempre partilhar essa Luz dentro de mim, sempre e especialmente nos momentos sombrios que possam advir

é minha intenção ficar contigo para sempre, numa sagrada parceria de alma, para que possamos fazer juntos o trabalho de Deus, partilhando tudo o que ha de bom em nós ... com todos aqueles cujas vidas tocamos

 

com esta aliança te desposo e coloco-a para que todos vejam e saibam do meu amor por ti" *

 

* - "Conversas com Deus" de Neale D. Walsch

 

 

P.S1 - calma!!!! a Infiel não vai casar mas, anda a pensar que direito tem o cônjugue de impedir a saida do outro desse matrimonio, fazendo chantagens materiais e pessoais

 

Se o casamento é o acto de celebrar um amor e uma jura de ajuda ao desenvolvimento pessoal quando termina esse ciclo, deveria continuar a ajudar e contribuir ao desenvolvimento do outro

 

Eu não me importava de encontrar alguem para ficar comigo para sempre, baseado nas palavras acima mas, a vida tem ciclos, são eternos enquanto duram e as mudanças são grandes oportunidades de desenvolvimento

encontrar alguem que nos faz sentir feliz é indicador de um novo ciclo

 

 

 

 

 

 


sinto-me: Feliz


Quinta-feira, 10 de Julho de 2008
o meu casamento...

 

 

 

 

 

 

 

faz-se do casamento um habito, um poder sobre outro ser humano, julga-se que é impossivel viver de outra maneira, que os bens materiais acumulados são mais importantes que uma separação e deixa-se passar os dias que se transformam em anos e o sentido da vida, deixou de fazer sentido

 

existem as/os amantes, os hobies escondidos, as drogas, as fugas, as doenças, o dormir de costas voltadas, os silêncios, a solidão, a cobardia de viver em troco de uma juras sem sentido

o sentido da vida é viver, e viver a dois é, entrar em casa e sentir que aqueles olhos nos reconhecem e nos amam, sentem carinho suficiente para merecer a nossa companhia e o nosso abraço

 

 

casar significa:

entrar em casa e ter o Lobo Mau à minha espera em vez de

ter um lobo vestido de cordeiro

 

 

 

 

POST PARCIALMENTE APAGADO

 

OBRIGADO

 

 

 

 


sinto-me: viva


Quinta-feira, 29 de Maio de 2008
Fama!!! ????

 

 

POST APAGADO

 

 

 

OBRIGADO

 

 

 

 

 


sinto-me: divertida com os media


Segunda-feira, 31 de Março de 2008
atraiçoei a Mafalda!

 

 

Desde que me divorciei recusei cozinhar para mim, quando tenho fome... a casa do meu pai é um óptimo local para a matar e ele um excelente cozinheiro!

Mas... nestas limpezas de Primavera descobri que tenho panelas e tachos e pratos .. em casa!!!!

e tenho andado com vontade de comer uma sopinha feita por moi

 

Ha dois dias passei pela loja da esquina e o meu olhar reconheceu espinafres.. uhmmmm

ok está na altura então!

que mais em apetecia??

cenouras, tomates, cebolas, batatas, nabos, abóbora, 2 folhitas de couve, alhos e, com o saco cheio fui para casa

 

- fui ver o prazo de validade do azeite e .... ops caducou ha 4 anos

 

Ontem comprei azeite  mas já não me apeteceu cozinhar

 

- Hoje consegui chegar antes do pôr do sol e... mãos á obra

 

Tudo em cima da bancada e.. tinha de confirmar se a varinha mágica estava do meu lado

Não! nada! Nem um ruído!

Mas não desisti. "Cadê" meus melhores amigos??

ali estava o alicate e... torce um pouquito, soprei, ralhei e, lá a convenci a cooperar!!!

 

- Com a co-piloto operacional comecei a separar os legumes e deu nisto:

 

alhos- 4

cebolas - 1

batatas - 1

cenouras - 2

nabo - 1/2

azeite - 2 colheres sopa

 

tudo cortado ás rodelas e, enquanto a água ferve, os ingredientes são cozinhados no azeite

deita-se a água e deixa-se cozer

Retira-se quando a cenoura estiver cozida e usa-se a varinha magica para os triturar

Volta ao lume e juntei as folhas dos espinafres devidamente lavados, 2 folhas de couve aos pedacinhos, 5 rodelas de chouriço, sal e... que cozinhe

 

Não sei o que vou fazer aos tomates e a abóbora mas... hei-de pensar nisso

 

- este post não deve interessar a ninguem mas, eu vou gostar de recordar!!  mesmo que a Mafalda deixe de falar comigo

 

 

 

 

 

 

 


sinto-me: cozinheira


Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008
encalhadas ou Sarahs??

 

 

 

encalhado é um barco que fica no cais para limpezas e arranjos, termo que também significa um barco que se encontra num local que dificilmente sairá por seus próprios meios

 

comparar um ser humano a um barco é uma imagem que me não agrada mas tem o seu lado de humor negro, para quem gosta de dar uma gargalhada sem eufemismo

 

Dá a ideia que as mulheres sem homem são seres infelizes e, pensando sobre o assunto:

não me considero nem infeliz,  nem encalhada.

Há cada vez mais mulheres que preferem não ter familia ou partlhar a sua vida com um homem, são as Sarahs*

 

- têm auto-estima, independência financeira e liberdade

 

- procuram realização profissional

- descobrem-se

- sentem prazer na liberdade de movimentos

- são selectivas nas escolhas

- não vêm sentido na dor

- têm horror á monotonia

- não abdicam do seu espaço

- não querem ser 'mãe'

- não têm de aturar sogros

- acreditam que casamento e bom sexo não rimam

 

* são as Sarahs (Single, Rich and Happy = Solteiras, Ricas e Felizes)

 

- Eu acredito numa harmonia perfeita entre o homem e a mulher mas

eles ainda estão sendo educados para não falarem sobre sentimentos

para serem os chefes da casa

para pensar que ter filhos e mulher é a mesma coisa que ter

um refugio permanente e inalteravel

 

Por mais que frequentem ginasios, centros de estética, lojas de lingerie

ainda falta aprenderem a conversar, a dialogar, a sentir

 

O lado positivo da coisa é que já existem alguns assim!

 

 

 

o poder de um odor

 

 

 

esses são cobiçados mas, ainda são eles a propôr casamento

a comprar a aliança

a pedir a benção ao pai dela

a jurar

 

 

e a voltar ao que já não deveriam ser

 

e também para eles já existem as Sarahs

 

mesmo que depois se transformem em Darahs

 

 

 

 P.S. o post foi inspirado num artigo da revista Happy de Janeiro

 


sons: I will survive - Gloria Gaynor


Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007
Clube de divorciadas

 

 

As divorciadas são aquelas que foram atraiçoadas pelos maridos, aquelas que foram enganadas pelos companheiros, as coitadinhas que  não conseguiram segurar o seu homem em casa, a vergonha da familia, a nodoa da sociedade moderna

ahahah

Deixem-me rir!!!

 

Divorciadas são aquelas mulheres que preferem viver por elas mesmas e

pela sua propria felicidade.

Divorciadas são as mulheres que nâo admitem mentiras,

que não se envergonham de admitir que tudo tem um fim

e que é recomeçando que se aprende a viver

 

Divorciadas são as mulheres que enfrentam o suposto companheiro

e têm a coragem de sentir que o que tinham a aprender um com o outro, já terminou

 

Divorciadas são as mulheres que comandam a sua vida

 

São as femeas caçadoras de prazer sincero, de boas gargalhadas

 

Divorciadas são mulheres que não têm medo de errar

e todos os dias saiem de olhar firme e sorriso nos labios

 

Perderam um suposto companheiro mas,

estão na luta para melhorarem a sua vida e a comandarem

 

 

 

 

Pessoalmente sentia desgosto em mostrar os meus documentos

como ainda casada, quando nada me unia ao sujeito que usava o sobrenome de meu pai

Assim que os papeis sairam, fui de imediato actualizar todos os meus documentos

Sim sou divorciada!

E sou muito mais feliz depois de o ser!!!

 

Ha casamentos para obtermos abonos, para obtermos um emprestimo bancario, para pagar menos impostos, para dividirmos despesas, depois esperam o quê???

terem assinado um papel com a felicidade????

 

mesmo assim morrem sem a cheirar nem de longe mas...não se divorciam

que vergonha divorciarmo-nos

os meninos

a familia

os amigos

 

 

Ora bolas, depois ainda dizem que andam stressados, que necessitam de medicamentos para dormir, para acordar, para fazer dieta, para engordar, que lhes doi a cabeça......

Acordem, despertem!!!

 

Ou lutam pelo vosso casamento com os olhinhos abertos e coração leve ou

passem pelo processo de luto e

renasçam!!!

 

Descubram dentro do vosso coração o que de verdade necessitam e

párem de se lamentarem por serem cornudas

 

Vinganças, hipocrisia, cinismo, choros e tristezas, já bastam as dos outros

Quem é feliz consigo mesmo

sempre é feliz .... sozinho ou acompanhado

 

E se ainda não são .... descubram como o ser!!!!

 

 

 


sinto-me: irritada com medrosos


Segunda-feira, 4 de Junho de 2007
o cantar da solidão

 

 

 

 

Notei que este fim de semana as palavras escritas ou mais procuradas foram sobre sentimentos;

será que existe uma predisposição de ao fim de semana se sentirem mais sentimentais, mais solitarios???

 

Até sei que poderá ser assim,

aos fins de semana é quando as familias se reunem,

todos passeiam acompanhados,

multidões enchem os supermercados e cinemas,

o transito é o que sabemos...

Quem fica em casa será porque, entre um milhão de outras razões, é porque está sozinho!

 

Também por isso eu gosto do meu fim de semana ao meio da semana mas,

não me deixei de sentir tentada a pensar sobre sentimentos e solidão!

 

Sinto-me bem sózinha!

Não tenho, obrigatoriamente, de me meter á estrada para passear as crianças,

para aliviar o stress do marido,

para mudar de ares porque o outro assim necessita.

 

Não tenho de cozinhar, se não me apetece comer;

Não tenho de viver segundo as regras e disposições de outra pessoa.

 

Egoísmo???

Na!

Sómente porque aquele velho ditado popular, se aplica muito bem á minha vida:

"Mais vale sózinho que mal acompanhado!"

 

Se me apetece ir para a praia ás duas da manhã,

já não tenho quem me diga "onde vais tu a esta hora? tem cuidado! que vão dizer de mim se tem vêm sozinha por aí???

 

se me apetece ficar sentada no jardim a observar a lua,

não existe outro que me obrigue a entrar em casa porque ...

 

Isto não é tristeza!

Sinto-me bem no canto da minha solidão,

 

Quantas noites danço com a lua,

mesmo sem me lembrar que tu existes!!!

Quantas vezes caminho no pinhal,

me deixando contagiar pela alegria dos pássaros!!

Quantas vezes me rebolo na areia,

só pelo prazer de estar viva!!!

Quantas vezes fico feliz por saber que ninguém me espera,

para explicar, para explodir pelo stress do dia passado!!!

 

Já te o havia dito

sou feliz,

mesmo sem ti a meu lado!

 

a minha felicidade reside em mim mesma,

eu sei o que quero,

quem sou,

eu descobri-me por viver sózinha!

 

Só depois de ter fer feito esta grande descoberta

(sou um genio! hihihi)

é que senti a felicidade dentro de mim,

gosto de mim,

do meu corpo,

da pessoa que sou.

E quando não gosto... aturo-me na mesma!!

modificam-se habitos,

pensamentos,

atitudes

até se alcançar as estrelas!

 

Perguntas:

Não me queres como companhia?

Talvez,

se apreciasses o mesmo que eu,

se comigo quisessses dançar para a lua,

se comigo quisesses rebolar na areia,

se comigo quisesses mergulhar na luz das estrelas,

se comigo quisesses pisar a relva descalço,

se me abraçasses á chuva,

se me amasses com a mesma intensidade com que eu te queria amar!

 

Só depois de viver sózinha comecei a desejar

dormir acompanhada!

Quando passamos anos a dormir com outro,

não temos consciência de quanto é bom

despertar ao lado de alguém a quem desejamos!

 

Momentos que passam

sempre em busca duma felicidade que

está mesmo dentro de cada um!

 

Sejam felizes! todos os momentos!

Despertem!!!!

Tu também!

Paixão da minha vida!

 

 

 


sinto-me: feliz!!!


mimos (74) & memoires
moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

quantos infieis
CURRENT MOON


My blog is worth $30,485.16.
How much is your blog worth?

sonhos e dissertações

vendi-me

divorcio

casamento

o meu casamento...

Fama!!! ????

atraiçoei a Mafalda!

encalhadas ou Sarahs??

Clube de divorciadas

o cantar da solidão

se natal é qd se ker.... :)

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Desistir/Recomeçar

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
53 comentários
48 comentários
43 comentários
36 comentários
22 comentários
16 comentários
12 comentários
Atraiçoada - o livro
Support independent publishing: Buy this book on Lulu.></a>
<div class=
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSTag divorcio