Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Infiel

Infiel

prioridades

30
Mar09

 

"não tenhas como prioridade na tua vida, alguem que te tem como opção"

 

li esta frase algures e fiquei a matutar nela, era suposto ser uma frase inteligente e certa

 

mas acabei por chegar á conclusão que, por mais sabia que fosse quem o disse estava enganada

 

estamos, constantemente, a dar prioridade a quem nos tem como opção

 

recordo que para os meus cães eu sou prioritaria mas, eles, para mim, são opção e algumas vezes prioridade

 

prioridades e opções são acções de momento

estamos sempre a mudar as opções, a rever prioridades

 

o menos certo poderá ser manter como prioridade, como alguem muito importante na nossa vida, uma pessoa que nos trata constantemente, como opção

isso chama.se comportamento compulsivo-destrutivo

 

tem de existir um momento em que se pára para pensar e sentir, chegar a conclusões e agir

 

sempre que tenho de tomar uma decisão faço uma lista dos pros e contras

se tenho de optar por algo, termino por decidir sobre como me sinto melhor, que sensações me trazem a decisão

quando não consigo decidir-me, se nenhuma das opções me faz sentir alegre e liberta então ...  espero

deixo de pensar , de racionalizar, deixo de me sentir obrigada a tomar uma decisão

 

vivo um dia cada dia e algo acontecerá que me indicará o melhor caminho, a melhor opção, porque a grande prioridade das nossas vidas é sentirmo-nos vivas

 

 

 

 

 

importante

17
Out08

 

 

Acusaram-me de que nada parece importante para mim

 

 

não recordo datas

não recordo palavras / dialogos

não me incomodo com gestos considerados obscenos

não tenho orgulho por voltar a falar com pessoas que me "trataram mal" .........

  

que raio é dar importância ás coisas??

o que é importante numa relação inter-pessoal???

 

o momento é efémero e faz-me sentir feliz ou não, na altura

tudo passa e

o que foi importante para o meu estado de espirito nessa altura, deixou de ser importante no momento seguinte

 

o importante é o agora

 

e conseguir manter o estado de felicidade em muitos agoras

é a importância que dou ás coisas

 

recordo pessoas, tento manter contacto com elas, saber delas

é essa a importância que dou às pessoas

 

se elas não se sentem importantes .... problema delas

cada um deve levantar-se por si mesmo,

agarrar uma mão é bom mas, não podemos ficar eternamente agarrados a ela

 

deixar de fazer algo importante para nós porque poderemos magoar outra pessoa??

quem garante que não é exactamente o que essa pessoa necessita para aprender a recordar quem é???

no entanto deixam a felicidade passar ao lado por outros e

nem são nem deixam ser

 

agarram-se a coisas, objectos para impedir de sentirem o mais importante da vida

ser e sorrir

 

- a repetição acontece porque pode ser necessario e eu adoro repetir o que gosto porque sou insaciavel nas sensações

 no entanto o que é importante para mim pode não ser para outras pessoas

 

o importante é relativo em toda a relatividade da situação

e é efémero em todo o conjunto da vida também tão curta e repetitiva

 

 

 

 

e ha tantas coisas importantes

 

 

 

 e tantas coisas sem importância