Sexta-feira, 24 de Abril de 2009
casamento

 

Casamento deveria ser uma festa para tornar publico o amor entre duas pessoas

pessoas que declaram a vontade de viver e evoluir juntos

acto que uniria mais todos os presentes

 

casar não significa segurança, ter ou possuir outra pessoa ou bens materiais, não significa poder exigir, esperar que algo seja fornecido pelo outro porque são casados

não é um acto para limitar, controlar, impedir ou restringir o outro

não é um acto para produzir obrigações mas sim para fornecer oportunidades

 

casar é uma partilha da intenção de viver, acompanhar e evoluirem juntos

amor, sabedoria, conhecimento, poder, compreensão, proteção, compaixão e força, reside dentro de cada um, casam com a esperança de dar para que o outro possa ter mais abundancia, que a felicidade de um não seja controlada e limitada pelo outro

 

casamento é oportunidade para que ambos possam desenvolver pessoal e individualmente, elevando-se ao potencial maximo como individuo e como casal

 

- O circulo é o simbolo do sol, da terra e do universo, da santidade, da perfeição e da paz

é o simbolo da eternidade da verdade espiritual, do amor e da vida, do que não tem principio nem fim

alianças são o simbolo de unidade, de união, envolvimento

o amor não pode ser possuido nem restringido e a alma nunca pode estar presa

 

 

 

 

 

 

"Seras minha companheira/o, minha/meu amante, minha amiga/o e minha mulher/marido Anuncio e declaro a minha intenção de te dar a minha mais profunda amizade e amor, nos bons e maus momentos, quando recordas quem és e quando te esqueces, quando ages com amor e quando não ages Procurarei sempre ver a Luz da Divindade dentro de ti e procurarei sempre partilhar essa Luz dentro de mim, sempre e especialmente nos momentos sombrios que possam advir

é minha intenção ficar contigo para sempre, numa sagrada parceria de alma, para que possamos fazer juntos o trabalho de Deus, partilhando tudo o que ha de bom em nós ... com todos aqueles cujas vidas tocamos

 

com esta aliança te desposo e coloco-a para que todos vejam e saibam do meu amor por ti" *

 

* - "Conversas com Deus" de Neale D. Walsch

 

 

P.S1 - calma!!!! a Infiel não vai casar mas, anda a pensar que direito tem o cônjugue de impedir a saida do outro desse matrimonio, fazendo chantagens materiais e pessoais

 

Se o casamento é o acto de celebrar um amor e uma jura de ajuda ao desenvolvimento pessoal quando termina esse ciclo, deveria continuar a ajudar e contribuir ao desenvolvimento do outro

 

Eu não me importava de encontrar alguem para ficar comigo para sempre, baseado nas palavras acima mas, a vida tem ciclos, são eternos enquanto duram e as mudanças são grandes oportunidades de desenvolvimento

encontrar alguem que nos faz sentir feliz é indicador de um novo ciclo

 

 

 

 

 

 


sinto-me: Feliz


Segunda-feira, 5 de Maio de 2008
infiel a ti mesmo!!!

 

Aqui está o segundo post sobre as doenças:

 

Ha uns anos a Dra Louise elaborou uma lista de doenças e suas causas. Pode não estar correcta sobre  todas as doenças mas, não usemos o cepticismo para pôr a culpa no outro, em vez de a assumirmos...  porque a tua  vida, depende de ti... tal como, ser feliz e saudavel!

 

E acrescento:

a cura para muitas doenças também passa pela practica de sexo, com entrega mutua, já é tempo de encontrarem outra desculpa para a dor de cabeça como fuga para uma noite de sexo monotona!

 

 

 

Segundo a psicóloga americana Louise L.  Hay, todas as doenças que temos são criadas por nós. A sua mensagem fundamental é a de que ser feliz é uma responsabilidade e um direito que ninguém lhe pode retirar.
Afirma ela, que

somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo.

*
"Todas as doenças tem origem num estado de não-perdão",
diz a psicóloga americana Louise L. Hay.
Sempre que estamos
doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar.
Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais.
Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento.
A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas,
elaboradas pela psicóloga Louise.
Reflita, vale a pena tentar evitá-las:

 

DOENÇAS / CAUSAS:

AMIGDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: Ódio ao extremo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
BRONQUITE: Ambiente família inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Magoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição a vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de autovalorização.
ENXAQUECA: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORROIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSONIA: Medo, culpa
.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustação. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRESSÃO BAIXA: Falta de amor em criança. Derrotismo.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vitima. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição

RINS:Crítica, desapontamento, fracasso.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
TIROÍDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar
mágoas. Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado

 

*

*

*

 

P.S. já sei!!! os medicos vão processar a Infiel e os homens vão ser mais fantasiosos na cama Uau a vida é bela!!!

*

*

 

P.S.2 - Á noite, prevendo que a esposa o iria recusar, o marido preparou-se:

tomou banho demorado e aparece nu no quarto. ao ver o marido nu e perfumado, ela deixou a revista e diz: "Ai amor.. estou com uma dooooor de cabeça terrível!"

Nesse momento presta atenção e viu que o penis estava totalmente coberto com um pó branco.

Surpresa ela pergunta:

"O que é isso amor?"

Aspirina em pó, querida Vai ser via oral ou supositório?" *

 

* Marcilia

 

 P.S.3- Quero miminhos, tou triste   e ele pensa que eu não preciso de mimos

 

 

 

 


sinto-me: enfermeira


Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008
fui infiel

 

 

Fui infiel e.... gostei tanto!!!!

 

Não peço perdão nem estou arrependida!

 

A atracção era forte!

 

Ele é robusto, elegante, rapido, suave, com um cheiro que me elouqueceu.

 

- "Deixas-me experimentar?" - perguntei meio tímida afinal era a primeira vez que o via e nem toda a gente entende um impulso.

- "Uhm... claro!!" e um sorriso que me devolveu toda a confiança.

 

Meteu a chave na ignição, fez marcha atrás, porque estavamos muito apertados entre dois veiculos, manobrou para que fossemos em frente  (segurança antes da confiança)

Abriu a porta, abandonou o seu lugar de piloto e... eu saltei para aquele assento que me atraía.

 

Banco para cima, costas para trás, espelho virado e.... uhmmmmm

 

aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii que bom, que lindo, que condução, e o gajo ao lado ... estava tranquilo e sorria com a minha alegria.

 

 

 

 

 

 

 

  requinte de acabamentos

 

  muito espaço....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

mercedes E220

 

 

Há sempre a sensação de que se conduz um taxi mas... adorei!!!

 

Amo o meu Lambo mas esta experiência deu-me gozo!!!

 

Os detalhes sórdidos .. agora não me apetece contar heheh

 

Mas o meu amor continua no coração e que jamais se sinta inseguro! Amo-te meu Lamborghini Reventón e nem te deves preocupar porque ... foi só uma rapidinha!!

 

*

a minha paixão de todas as paixões!!

*

*

"As paixões ainda são psicoses socialmente aceites"

*

*

*

 

P.S. Peço sim desculpa aos meus amigos virtuais por ainda não ter respondido mas, prometo que o irei fazer, porque gosto muito de voces e adoro as vossas opiniões mas, tenho andado mesmo com falta de tempo útil 

*

 


sinto-me:


Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007
já me tou a passar!!!

 

 

- Pai, acho que tenho um rato a viver comigo

 

- Compra uma ratoeira!!!

 

- Ai coitado do bicho

 

- Coitado do bicho???!!!

- Pois, que morte feia, e depois eu tinha de o ver assim... naquele estado

- Compra veneno

- Depois ele vai morrer pró ninho, que deve ser atrás de algum móvel,

depois vêm baratas e formigas e... nunca mais me livro deles...

- Olha faz como entenderes

- Bolas que raio de conselho é esse?

- É o que tu queres ouvir

- Prontos!!! Eu vou caça-lo!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aspirador, vassoura, galochas, luvas e muitas caretas

'Chicooooooo!!! Melhor que te vás!!! se me rois os fios do computador .. dou cabo de ti...'

 

 

atras do frigorifico, desmanchei um ninho

a criatura existe! ai

 

o ramo de alecrim seco, que decorava o prato de pot pourri

estava parcialmente destruído

desgraçado!!! ai se te agarro...

 

fonix! que faço??!!!

 

pego nas flores, abro a salamandra e...........

uma coisa cinzenta, salta

 

pânico absoluto

 

de ambos os lados!!

 

- Desgraçado estás gordo!!! á minha custa!!!

 

fugiu em direcção á porta que estava aberta

 

será que fugiu?

será que estou, de novo sózinha?

ai tão bom!

 

acendi a salamandra ás 2 horas da tarde, com um sol lindo

só para ter a certeza que nada saía de lá ... vivo!!!

 

Bolas nem Policia, nem Bombeiro, nem gajo das obras, nem nada

só o meu Anjo me protegeu

de ter um ataque cardíaco

 

e dava tanto jeito ter um homem que não tivesse medo de ratos.....

 

 

 

 

 


sinto-me: irritada com o rato


Terça-feira, 13 de Novembro de 2007
aqui ha...... rato!!!!

 

 

Por mais testes que salientem a minha faceta felina..

eu tenho pavor, terror, pânico a

ratos

 

Fico histérica, totalmente petreficada, enojada,

câimbras no estomago, o coração dispara, vontade de vomitar, de gritar, de fugir.....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ja tens o cenário ne

 

ora eu vivo no campo

no campo campestre e bucólico

onde os passarinhos comem á minha frente,

o Sr. Billy (um ouriço do tamanho de um melão)

dorme no cesto de vime de apanhar a roupa,

as galinhas deixam os ovos debaixo das figueiras,

os patos nadam no mini lago e.....

os ratos tentam jantar no canil...

 

os meus cães caçam os ditos cujos mas

deixam-nos á porta do canil   

 

não posso ralhar com eles

porque ou

deixam de os caçar ou sei lá

 

tenho de fazer das tripas coração

buscar um pau, um saco

e dominar aquela vontade de fugir

e meter o cadaver no saco e.. leva-lo para o caixote o lixo

 

nojento, dramatico

praguejo todo o caminho

(confesso que choro, de raiva porque detesto fazer algo que detesto fazer!!!)

levo o saco na ponta do pau bem á minha frente

sei que está morto e

sei que eles são pequeninos

que ha hamsters maiores que estes mas..........

 

sinto-me doente

 

 

mas, o pior... o pior é que

ando desconfiada que tenho um a viver comigo

 

os cães agora ficam dentro de casa mas

ainda não estou descansada

o cadaver ainda não apareceu

e a minha desconfiança tambem não

 

 

 

 

 

 

 


sinto-me: com uma visita não convidada


Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007
confiança....

 

No final do Inverno passado,

numa curva da estrada que, conheço muito bem

o meu carro derrapou

fez a curva a direito

com determinação aguentei a direcção

e voltou ao seu lugar

Fiquei danada!!!!!

que raio se passara com o carro????

 

Quando decidi comprar um carro

sabia o que queria e o que podia ter

quando o vi soube que era aquele!!!

 

Mas o tempo passou e habituei-me ás suas nuances

ao seu ronronar

adaptei-me ao desgaste

 

Naquela noite chuviscava e eu não tinha reparado que

os pneus já estavam a ficar carecas....

 

Passei o Verão a pensar em trocar os pneus

os discos e as pastilhas também já estavam a ficar abaixo do limite

 

Antes do Inverno recomeçar tinha de tratar dele

Era imperativo!!!

Ele é o meu carro!!!

 

Há umas semanas encontrei uma promoção da Michelin

Exactamente o que necessitava veio na hora certa!

Dois dias sem o carrito mas

levou revisão total

 

Mas... ainda estava com receio de fazer determinadas curvas

ele já me tinha fugido uma vez!

e tinha passado todo o Verão a controlar

velocidade, curvas, cães e gatos..........

 

 

Mesmo sabendo que ele tinha pneus novos e tudo o resto

eu ... ainda não confiava!

 

Aos poucos fui

experimentando

exigindo....

 

Hoje decidi confiar um pouco mais

na curva onde tomei consciência que algo estava mal

decidi brincar com a caixa de velocidades e

escutei o ranger dos pneus

a comer alcatrão!!!!

 

Vale a pena confiar quando se sabe que o que é nosso... nosso é!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

P.S. qualquer semelhança com uma relação afectiva... será pura coincidência...........

 

 

 

 

 

 

 


sinto-me: confiante
sons: I´m in love with my car - Queen


Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007
medo e 1/2 vencidos

 

Falar é facil

Dificil é mesmo pôr em practica!!!

 

Tomar consciência de medos, de traumas...

é o primeiro passo

o segundo é ensaiar,

o terceiro executar

 

 

Consciêncializa-se para... alterar!!!

 

 

Hoje. pela primeira vez, em muitos anos,

desci escadas rolantes

Yupi!!!!

1 medo vencido!!!

 

O elevador panorâmico

ainda me causa borboletas no estômago

mas já consegui subir sem fechar os olhos

 

 

Tou a vencer medos da selva de cimento,

ainda faltam mais mas...

step by step

 

 

 

 

 

 


sinto-me: leve e segura!


Domingo, 26 de Agosto de 2007
medos vs adrenalina - Parte I

 

 

 

Tenho andado ocupada, tentando fazer coisas diferentes, desafiar o quotidiano

 

Tomei consciência que tenho acumulado medos ao longo da vida mas que não quero que eles comandem minha vida

Afinal eu sou aquela que deve comandar a maneira de encarar a vida e as sensações do meu corpo!!!

Mais uma vez o destino me diz que era tempo de fechar um novo ciclo mas não sem esforço e sem a tomada de consciência do que estava errado

 

Tenho medo de alturas, de saltos e de aguas escuras

Sinto vertigens, pavor, terror

O nó no estomago, a garganta seca, o coração acelera, o suor invade a testa, tremor nas mãos e nas pernas... absoluto descontrole de meu corpo

Elevadores panorâmicos são uma tortura, escadas rolantes terror absoluto, elevar-me no ar para assentar os pés em aguas escuras.. absolutamente fora de questão

Não podia continuar a sentir-me assim mas...

 

Inscrevi-me numa agência de desporto radical, esperei que houvesse um grupo suficientemente grande para iniciar o combate.

Eram 12 pessoas e dois monitores. Idades entre os 17 e 46 anos, 60% do grupo nunca tinha feito rappel. Os monitores não estavam muito tranquilos mas todos estavamos predispostos a experimentar, a chegar ao fim!!!

 

Canyonning é descer um rio, desafiar as pedras, as rochas, a vegetação, descer o leito do rio, como parte dele.

 

Começamos por caminhar no topo da conduta de agua, num tunel que cada vez era mais baixo e escuro; claustrofobia não era um dos meus medos, por isso aquela primeira prova eu superei-a sem esforço; era-o para outros que a venceram mostrando a palidez do rosto e o tremor das mãos, á saida do tunel

Descemos a serra para chegar a uma primeira lagoa de aguas limpidas e quentes. Os fatos de 3mm protegiam a sensação de entrar na agua mas, mais tarde agradeceriam ele ser assim grosso e forte.

Com sol quente esperei a minha vez de descer a primeira parede, a primeira cascata.

 

Deitei-me na laje, observando os seus rostos, esperei controlando a respiração, eu tambem haveria de ter uma corda a suster o meu corpo, tambem haveria de ser a minha vez de dar um passo no espaço vazio

atras de mim ainda havia um jovem de 34 anos que mostrava a consciência do seu medo, ele tambem transpirava e bufava e passava as mãos na cara e nos cabelos, em nada contribuia o seu nervosismo para acalmar o meu. Mas ele e todos os outros tinha amigos, eu estava sozinha, não conhecia ninguem, ninguem me conhecia, ninguem sabia da minha luta interna e eu não o queria mostrar a ninguem!

 

"Menina agora tu" - era o monitor a chamar-me. Levantei-me lentamente, expirei todo o ar dos meus pulmões e inspirei todo o oxigenio do mundo

A corda era grossa, sustinha 3000kg, as estacas estavam bem fixas na rocha, o salto seria de 20 metros.

Virei-me de costas para o abismo, deixei que ele prende-se a corda ao mosquetão do meu arnês. Estava ainda presa á estaca da rocha.

 

Mas o pé recusava-se a recuar, as costas recusavam-se a deitarem-se para o vazio.

atrevi-me a olhar de soslaio onde iria assentar os pés e... havia nada!!

 

Os olhos deixaram de ver, meu estomâgo encolheu, a garganta secou totalmente, o coração batia forte como querendo fugir comigo dali pra fora!!! Tudo deixou de ser visivel á minha volta.

 

Queria mesmo era ficar naquela lagoa quente á espera do resto do grupo. Ninguem me conhecia para exigirem explicações, para me apontarem como cobarde ou para sorrirem e me darem força para continuar.

Estava só eu comigo mesma e aquela lagoa era muito mais atraente que todo o resto do rio.

 

O monitor olhava-me e disse:

"Tens medo!?"

"Não!" - respondi

"Podes sempre ficar aqui, á espera, mas se desceres agora já não podes voltar para trás!"

 

"Tens medo? - perguntou o amigo do outro que ainda tremia mais que eu

"Sim tenho medo!" respondi ao mesmo tempo que pensava: mas tenho medo de quê? se acredito que nada se passa sem razões, se não tenho medo de morrer; sim tenho medo mas medo de quê? Atrevi-me a virar a cara para a direita, para baixo, a olhar de novo para a parede e a controlar o desfoque da retina, a secura da garganta; era mais facil tirar a corda e nadar na lagoa de aguas tranparentes, o resto do grupo que descesse o leito do rio!!!

 

 

 

 

.

 

 Em baixo, algures, o resto do grupo esperava que eu me decidisse, que eu avançasse ou recuasse.

 

 

 

 


sinto-me: com medo


mimos (74) & memoires
moi
ser Infiel é:

Subscribe to Infiel

quantos infieis
CURRENT MOON


My blog is worth $30,485.16.
How much is your blog worth?

sonhos e dissertações

casamento

infiel a ti mesmo!!!

fui infiel

já me tou a passar!!!

aqui ha...... rato!!!!

confiança....

medo e 1/2 vencidos

medos vs adrenalina - Par...

se natal é qd se ker.... :)

o que me agrada

FLORES???? NÃO Á VIOLÊNCI...

Software para o Coração.....

Atraiçoada

Infiel

Desistir/Recomeçar

Palavras

Venha dai, está convidado...

Sexualidade feminina do s...

Gratidão....

Porque hoje é domingo - v...

orgasmos mentais

Dezembro 2011

Dezembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

encontrar neste blog
 
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais comentados
42 comentários
33 comentários
22 comentários
18 comentários
14 comentários
12 comentários
Atraiçoada - o livro
Support independent publishing: Buy this book on Lulu.></a>
<div class=
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSTag medos